Youtube rebate acusação de censura feita por Pabllo Vittar em plataforma

publicidade

O desabafo da cantora Pabllo Vittar sobre ter sido alvo de uma censura do Youtube causou revolta nas redes sociais. A repercussão fez a plataforma de vídeos se pronunciar publicamente e negar que interferiu na promoção do single Bandida, lançado no ano de 2020.

Em nota publicada pelo site Notícias da TV, a empresa afirmou que não sugeriu que a drag queen alterasse o nome da música. Lembrou ainda que até os dias atuais está grafado como “Bandid*” no canal da artista.

publicidade

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

“O YouTube Brasil esclarece que nunca houve um direcionamento da plataforma com relação à adição de um asterisco no título do videoclipe Bandida, da cantora Pabllo Vittar. O referido trabalho da cantora tem, inclusive, um excelente desempenho na plataforma, com mais de 71 milhões de visualizações”, diz o comunicado.

A plataforma também garantiu que já está “em contato com a equipe da cantora para esclarecer o ocorrido e demais dúvidas”.

Pabllo enfrentou problemas em 2020 (Reprodução/Youtube)

Entenda a confusão

O caso envolvendo Pabllo Vittar e a suposta censura do Youtube surgiu nas últimas semanas após o cantor Zé Felipe lançar a música chamada Bandido. A faixa, que está em destaque nas plataformas digitais, logo levantou debate sobre o tratamento privilegiado que artistas heterossexuais recebem do site.

publicidade

Muitos fãs da drag queen relembraram que em poucas horas que o clipe de Bandida, parceria com Pocah, foi lançado, enfrentou algumas barreiras. Entre elas, deixou de aparecer nas buscas do site e saiu da lista dos clipes mais assistidos, dificultando o número de visualizações.

A produção também foi denominada “impropria para menores”. Essa ação causou revolta e protestos contra mais uma suposta censura sofrida por Pabllo.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

Nesta semana, Pabllo comentou sobre a repercussão do clipe de Zé Felipe. Isso porque, o filho de Leonardo não enfrentou nenhum problema igual ao seu na plataforma, mesmo tendo o mesmo nome.

“Fico muito triste quando eu vejo essa discrepância, já que as diretrizes do YouTube são iguais para todos. Por que comigo sempre é assim? Sabe? É só um desabafo mesmo”, começou a cantora.

“Eu acabei de ver um tuíte no Twitter falando disso e às vezes fica parecendo que as pessoas estão pegando no nosso pé, né? Mas isso só dá mais força para a gente conseguir fazer nossos trabalhos. Mas isso me entristece muito, muito, muito, muito mesmo”, lamentou Pabllo Vittar.

O que você achou? Siga @entreteoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›