Especial | Grey’s Anatomy: quatro cenários plausíveis para a saída de Cristina Yang (segundo o TVLine)

cristina

A décima temporada de Grey’s Anatomy (ABC) está prestes a começar nos Estados Unidos, e até agora, só se fala em uma coisa: a saída de Cristina Yang (Samdra Oh) da série. Muita gente já está quebrando a cabeça para descobrir o que se passa na cabeça da diabólica gênia do mal “geniosa” Shonda Rhimes sobre o assunto, que se tornou a mais importante questão da temporada. Que sequer começou.

A maioria não quer dar adeus para Cristina, mas sabemos que isso vai acontecer. Shonda prometeu que a personagem vai sair da série “da forma que ela merece”. Mas isso pode representar tantas formas violentas de matar Cristina coisas diferentes, que realmente ficamos confusos sobre o que exatamente Tia Shonda quis dizer com isso.

O pessoal do TVLine decidiu ajudar os fãs aflitos da série, e publicou hoje (05) quatro cenários que, conhecendo Shonda Rhimes do jeito que a gente conhece, são bem plausíveis (e pior: com grandes chances de acontecer… ainda mais se ela lê o TVLine regularmente).

Antes de qualquer coisa, tenha em mente que a própria Shonda Rhimes já alertou nas redes sociais que um personagem do passado voltará para a décima temporada da série. Logo, algumas hipóteses estão também baseadas nessa informação. Além disso, todos os fatos a seguir são apenas exercícios de futurologia, sem nenhum tipo de confirmação oficial.

Vejamos…

addison1

1. Uma oferta de emprego irrecusável

Será preciso algo muito sério para que Cristina deixe a sua BFF, Meredith (se bem que ela fez isso, quando se mandou para Minnesota, mas vamos ignorar esse pequeno lapso de coerência de Shonda), ainda mais quando a amiga quase morre no pós-parto, por causa da incompetência de um interno burro.

Porém, uma oferta irrecusável de Addison Montgomery (Kate Walsh, uma das pessoas que Shonda quer de volta na série) para trabalhar no St. Ambrose Hospital de Los Angeles para assumir a equipe de cardiologia pode ser o ponto final de Cristina. Afinal, desde o primeiro segundo da série o seu objetivo principal era ser uma grande cirurgiã, trabalhando em um grande hospital. Com isso, sua carreira estaria oficialmente iniciada, e sua história em Seattle definitivamente encerrada.

burke

2. Um novo Burke… e uma nova fuga (dessa vez, a dois)

Nem julguem essa! Todo mundo sabe que Shonda Rhimes é louca, e levando em consideração que Isaiah Washington está indisponível (na sua viagem de drogado, acreditando que a porcaria chamada The 100 é do mesmo nível que Breaking Bad), não será nenhum absurdo (na mente de Shonda, repito) convocar Idris Elba para interpretar o Dr. Burke. Ainda mais que Luther está cancelada. Logo, viagem na maionese nessa também!

Voltando ao plot… percebendo que cometeu o maior erro de sua vida (deixar Cristina no altar), Burke volta pronto para aceitar a sua ex-noiva por quem ela é, e não por quem ele queria que ela fosse. A possível reaproximação de Cristina e Owen nessa décima temporada só vai servir como placebo quando ela se reencontrar com o amor do passado. Yang vai se dar uma chance de começar de novo, fora de Seattle. Qualquer lugar serve!

P.S.: não descarto a possibilidade de Isaiah Washington reaparecer em Grey’s Anatomy. Até porque Shonda não matou Burke com a esperança que um dia ele voltasse.

cristina1

3. Cristina “liberta” Owen, e volta para Minnesota

Em um cenário onde nenhuma peça nova aparece, Yang vê cada vez mais dificuldades em trabalhar no Grey/Sloan Memorial Hospital, depois da separação com Owen. Não apenas o seu coração dói a cada vez que ela encontra com ele nos corredores do hospital, mas também sofre pelo fato de ter cada vez mais a certeza que não pode seguir em frente com ele por perto. E mesmo com Alana (Constance Zimmer… sim, quem sabe) no corpo médico do hospital.

Por outro lado, o próprio Owen vive uma vida totalmente “capada”, sem correr atrás da família que tanto sonha, por sofrer com o fim do casamento com Yang. Sem maiores alternativas, ela aceita a oferta para voltar para Minnesota, deixando Owen livre para buscar sua felicidade, e se libertando daquilo que a fazia sofrer.

Cá pra nós: as chances disso acontecer são muito pequenas. Mesmo.

cris

4. Cristina Yang morre, e o seu coração é doado

Se você quer descobrir como Shonda Rhimes pensa, deve pensar como Shonda Rhimes nesses momentos. E, se ela decidir que Cristina Yang TEM que morrer, ela tem duas alternativas: (1) sua morte será tratada com muita sensibilidade, ou (2) sua morte terá um impacto profundo e duradouro naqueles que ficarão vivos (vide a morte de Mark Sloan).

E o que seria mais profundo para uma morte de uma cardiologista, que amava essa especialidade médica, sofrer um grave acidente, e ter o seu coração doado para salvar a vida de alguém? Muitas pessoas já estão pegando o lenço com essa possibilidade. Já outras, pegam paus e pedras para linchar Shonda. Porém, é inegável que seria o fechamento de um ciclo. Ainda mais dentro da perspetiva da principal missão de um médico: salvar vidas.

Com informações do TVLine

bostancı escort