Especialista em filmes de super-heróis garante que The Batman não será como os fãs acreditam

Batman: A Série Animada (Imagem: Divulgação / DC e Warner Bros.)

Batman é considerado um dos principais heróis da DC, e a Warner Bros não se intimida em fazer novos filmes do personagem, independente de quem esteja vestindo o traje do Morcego. Nos últimos dez anos, foram pelo menos três atores, a interpretá-lo: Christian Bale, na última parcela da trilogia Cavaleiro das Trevas (2012), Ben Affleck, em Batman Vs. Superman: A Origem da Justiça (2016), Esquadrão Suicida (2016), e Liga da Justiça (2017), e agora Robert Pattinson, protagonista de The Batman.

Quando Pattinson foi escalado para viver o personagem houve forte reação na internet (não muito diferente de quando Affleck foi escolhido em 2013), mas desta vez os protestos se deram não somente pela escolha do ator, e sim pela quebra do universo proposto pela empresa, já que a partir de Homem de Aço, filme do Superman de 2013, acreditou-se que a DC construiria melhor a ponte entre seus filmes como a Marvel costuma fazer.

Com o fracasso de Liga da Justiça, a empresa mudou tudo e Ben Affleck acabou deixando o personagem, tanto por um descontentamento como por problemas pessoais envolvendo o alcoolismo. O filme The Batman seria protagonizado por ele, mas teve toda a sua história modificada para Pattinson, e o especialista em filmes de super-heróis Daniel Richtman tranquilizou os fãs, afirmando que o novo Batman não fará parte de cânone da DC (filmes principais dos heróis), e não seguirá os cursos seguidos por outros personagens como Mulher-Maravilha, Aquaman e Flash. Segundo Richtman, The Batman seguirá os passos de Coringa (2019), como uma espécie de universo alternativo.

Algumas notícias inclusive surgiram sobre o cineasta Matt Reeves querer manter seu filme do herói mascarado assim, como algo a parte, porém, isso pode mudar caso a Warner Bros. decida usar o filho do Flash com seu flashpoint para misturar os universos e trazer Pattinson para o lugar ocupado por Affleck. Existem ainda boatos, de que com o lançamento do Snyder Cut na HBO Max em 2021, o ator esteja negociando para voltar a usar capa diante das câmeras.