Especialista militar é contratado em The Walking Dead por ESTE motivo

Divulgação

No dia 4 de outubro, os fãs de The Walking Dead acompanharam, finalmente, o episódio 16 da décima temporada, intitulado “A Certain Doom”, porém, já se sabe que esse não é o último e que ainda falta a AMC entregar mais 6 episódios adicionais prometidos para 2021.

Não podemos nos esquecer que The Walking Dead, acabou se atrasando na entrega dos episódios finais da décima temporada devido à interrupção das gravações no mês de março em consequência ao bloqueio gerado pela pandemia do novo coronavírus.

Acontece que realizar gravações desse porte em meio a uma pandemia não é tão simples assim e a produção da série optou por tomar algumas medidas especiais para cumprir com os protocolos e medidas de segurança sanitárias no set.

A esse respeito, a showrunner da série, Angela Kang, resolveu dar detalhes sobre as medidas tomadas, que incluíram a presença de um ex-profissional militar para supervisionar todo o processo. Na Comic-on de Nova York, ela falou:

“Basicamente, foi todo um processo de meses para a produção e para que a AMC pudesse fazer com que tudo estivesse seguro e em funcionamento. Vocês sabem, obviamente, que há sindicatos que representam os atores, diretores e toda a equipe profissional envolvida. Todo mundo se uniu, fez consultas com os profissionais que são referência, como epidemiologistas especializados para nos dizer qual é a forma mais segura de realizar tudo isso. Então, quando todos retornem ao set para filmar, será uma situação completamente diferente.”

“Você sabe, é como se todo mundo tivesse máscaras e protetores faciais, e eles montaram os trailers de forma diferente. Existem estações de saneamento em todos os lugares. Existem essas coisas como luzes ultravioleta e purificadores de ar e outras coisas no set. Há um ex-especialista militar em doenças infecciosas que é nosso supervisor de saúde e segurança. Então é como se você conhecesse muitas formas de precaução em todos os sentidos.”

ankara escort