Estreias da Semana: Saiba o que chega às salas de cinema nesta quinta (22)

Brinquedo Assassino (Imagem: Divulgação)

As estreias da semana já chegaram quentinhas nas salas de cinema de todo o Brasil e você, sua família e amigos já podem escolher um título preferido, comprar pipoca e refrigerante e se divertir, ou se emocionar! Confira a nossa lista.

Brinquedo Assassino | Terror | Direção de Lars Klevberg. Com Aubrey Plaza, Gabriel Bateman, Brian Tyree Henry. Reboot de Chucky, o boneco mais assustador do cinema. Nessa nova versão, mais moderna, o brinquedo, que na verdade é um robô, tem ajuda da tecnologia para cometer suas atrocidades.

Socorro, Virei uma Garota! | Comédia |Direção de Leandro Neri. Com Thati Lopes, Victor Lamoglia, Leo Bahia. Júlio, cansado de ser invisível na escola, faz um pedido à uma estrela cadente: se tornar a pessoa mais popular do colégio. O desejo é atendido, porém ele se transforma em Júlia, o que gera muitas confusões.

Um Amor Impossível | Drama |Direção de Catherine Corsini. Com Virginie Efira, Niels Schneider, Jehnny Beth. Rachel, funcionária de escritório, conhece o jovem de família rica Philippe, e da relação nasce uma filha. Quando ele se nega a reconhecê-la, uma luta de mais de uma década se instala para reconhecer a paternidade.

Entre Tempos | Drama, Romance |Direção de Valerio Mieli. Com Luca Marinelli, Linda Caridi, Giovanni Anzaldo. Lui e Lei são totalmente diferentes, porém têm um relacionamento apaixonado. Um pessimista, outra que acredita em um futuro brilhante, eles precisarão enfrentar as alegrias e frustações do dia a dia.

Os Brinquedos Mágicos | Animação |Direção de Gary Wang. Com Shi Lei, Yuan Zeyu, Guanlin Ji. Uma nova aventura começa quando um robô do futuro desembarca na loja de chá onde vive o boneco de porcelana Nathan, do qual os outro bonecos zombam porque ele nunca consegue ganhar cor ao ser mergulhado na xícara.

O Verde Está do Outro Lado | Documentário |Direção de Daniel A. Rubio. Com a privatização da gestão da água no Chile nos anos 80, pequenos agricultores e suas famílias foram levados à ruína. O doc é um espelho do injusto modelo econômico implantado no país há quase quatro décadas.

Cresceu vendo filmes ao invés de brincar na rua. Fã de ir ao cinema sozinha. Críticas e notícias sobre o mundo do entretenimento.