Estrela de Fuller House, explica como a série da Netflix mudou sua vida

Depois de cinco temporadas bem-sucedidas, chegou a hora de dizer adeus para Fuller House, que teve seus últimos episódios disponibilizados pela Netflix. Andrea Barber, que deu vida a Kimmy, uma das personagens mais esquisitas quanto carismáticas da atração, falou sobre como é chegar ao fim de mais uma jornada.

A personagem começou como uma participação que surgia num episódio ou outro, depois se tornou regular ao longo das temporadas de Full House, mas em Fuller House, ela teve seu merecido lugar de destaque, dando a Barber, a chance de atuar novamente, já que ela nunca mais havia estado em frente a uma câmera depois do fim da primeira série, da ABC.

Questionada se imaginou que a série chegaria a cinco temporadas, ela respondeu que desta vez estava pronta para qualquer que fosse o resultado, diferente da primeira vez há 30 anos. Segundo a atriz, houve certa dificuldade em convencer os executivos de que um revival de Full House faria sucesso, mas a Netflix ouviu os apelos, e percebeu o potencial que tinha em mãos.

“Não houve hesitação em voltar. Eu parei de atuar aos 18 anos, e nunca planejei voltar. Meu coração não estava nisso, e eu tinha outros interesses que fui perseguir. Eu nunca pensei que voltaria, mas quando Jeff Franklin [criador de Full House] disse que tinha a ideia para esse spin-off, e perguntou se eu queria fazer isso, eu disse: ‘Claro que sim’. Tudo por causa do meu amor pela personagem, e pelo amor das pessoas por ela. Eu sabia que poderíamos capturar de novo aquela magia de 30 anos atrás. Foi uma ótima experiência”, disparou ao Decider.

A atriz acredita que o que fez com que Fuller House durasse mais que outros revivals foi o fato de a série ter mantido suas origens no passado, como um show em que é possível assistir com toda a família, sobretudo neste período de quarentena: “É disso que precisamos agora, algo que podemos assistir com nossos filhos, sabendo que ninguém vai ficar entediado”.

Participar do programa fez Barber querer voltar a ficar na TV: “Eu quero ficar na comédia, sinto que é o meu lugar ideal. É o que amo fazer. Adoro fazer as pessoas rirem, e gostaria de continuar trabalhando na televisão – claro depois que descobrirem como podemos fazer isso de forma segura. Esse é meu objetivo agora”.