Estrela de Harry Potter detona excesso dos fãs e revela algo que a envergonha

Luna Lovegood em Harry Potter (Divulgação / Warner Bros.)

A atriz Evanna Lynch que viveu a personagem Luna na franquia Harry Potter, participou recentemente do podcast Talking Tastebuds, e abordou um assunto poucas vezes falado: a obsessão dos fãs, sobretudo os fãs da franquia. A história criada por JK Rowling é hoje uma das mais famosas do mundo, e conta séries de livros, filmes, parques e uma infinidade de produtos que fazem a alegria dos fãs, o que a atriz acredita que seja um tanto perigoso.

Ela contou que também chegou a ser uma dessas ‘superfãs’, porém acredita que chegou um momento em que ela acreditou que aquilo não era mais saudável. “Eu era realmente uma fã obsessiva de Harry Potter”, explicou Lynch. “Comecei a ler os livros quando tinha cerca de oito anos, e essa era apenas a minha identidade por um tempo. É muito embaraçoso… descobri que toda a cultura dos fãs é um pouco prejudicial, você sabe que é obcecado por porque quando conheci Daniel [Radcliffe], Emma [Watson] e Rupert [Grint], eu meio que sabia tudo sobre eles. Eu sabia o nome dos animais de estimação deles, os aniversários, os nomes dos pais e eu tive que fingir [que não sabia]”.

“Ser fã obsessivo é meio que empoderador – acontece quando você é adolescente, é tão inseguro e tenta se encontrar, se conectar com alguma coisa. Você vê essas outras pessoas e elas parecem ótimas, incríveis e piedosas”, continuou ela.

Logo depois de entrar no elenco do filme, claro, a atriz passou para o outro lado, deixando de ser fã e transformando em ídolo, e ela explicou que hoje em dia tem mais consciência das duas partes, embora se incomode com fãs que têm o discurso ‘somos melhores amigos, ela ainda não sabe disso’: “Não acho saudável. Acredito que essa cultura dos fãs é perigosa, e a pessoa pode se perder nela”, disse Lynch.