Estrela de Jurassic World: Dominion revela o que pensa sobre retorno das produções

Chris Pratt e Bryce Dallas Howard em Jurassic World (Divulgação)

Jurassic World: Dominion irá oficialmente reiniciar sua produção no mês de julho após um atraso de quatro meses nas filmagens devido à pandemia causada pelo novo coronavírus. E uma das estrelas do longa foi a público elogiar as medidas adotadas pela Universal Pictures para que esta retomada fosse possível.

Segundo alguns especialistas, o estúdio está gastando cerca de 5 milhões de dólares em protocolos de segurança para possibilitar a reabertura. Em nova entrevista ao SiriusMX, a atriz Bryce Dallas Howard explicou os esforços: “Tem havido muita comunicação. Eles estão indo além e além… Nunca voltaríamos ao trabalho se não nos sentíssemos seguros, e você sabe que estamos aproveitando um dia de cada vez, e sou muito grato por ter um emprego”, disse ela.

“O que realmente parece certo é que há essa conversa diária, comunicação diária com todos os atores e os principais membros da tripulação, apenas sendo constantemente como ‘Como vamos fazer isso? Como vamos fazer isso com segurança?’. E não fazendo compromissos que possam prejudicar a saúde e o bem-estar de alguém”, completou a Howard sobre a possibilidade de ir para o Reino Unido prosseguir as filmagens como era previsto anteriormente.

As medidas adotadas para Dominion, o sexto filme da série Jurassic Park, incluem exigir que os membros do elenco (incluindo Howard e o co-ator Chris Pratt) sejam testados para o COVID-19 antes de deixarem os Estados Unidos. Eles devem passar por um período de quarentena de duas semanas depois de chegarem ao Reino Unido como medida obrigatória adotada no país.

Além disso, será necessário treinamento em COVID-19 para elenco e equipe com médicos e enfermeiros no local, cabines de isolamento, estações de desinfetante para as mãos e ‘Zonas verdes’ para o elenco e equipe de filmagem. Qualquer pessoa que não esteja diante das câmeras precisará usar uma máscara durante a produção.

“Qualquer pessoa com sintomas será isolada imediatamente antes de ser enviada para casa”, disse um executivo de produção da Universal ao site Deadline. “Queremos ter certeza de que estamos indo além dos protocolos nacionais para criar um ambiente seguro. O custo não é nossa principal preocupação agora: é segurança. Tomaremos a direção de nossa equipe médica, mas estamos confiantes de que, com a programação escalonada e as zonas de talento e equipe, juntamente com um sistema de rastreamento de contatos, podemos avançar com um atraso limitado na produção”.