Estrela de Riverdale diz que se sentiu constrangida ao gravar cena de lingerie para a série

Betty (Lili Reinhart) em cena de Riverdale
Betty (Lili Reinhart) em cena de Riverdale (Reprodução)

A atriz Lili Reinheart, que estreou na última sexta-feira o filme original da Amazon Prime Video, Chemical Hearts (A Química Que Há Entre Nós) falou em entrevista ao Los Angeles Times sobre sua dificuldade em gravar uma cena de Riverdale, série em que é estrela, apenas usando roupas íntimas. Ela explicou à publicação que não se sentia confortável com seu corpo, mas tentou ser o mais profissional possível e ainda pensou em inspirar seus fãs a aceitarem o próprio corpo.

“Eu não tenho o corpo de uma menina CW [canal que produz e exibe Riverdale e outras séries adolescentes] — cintura fina, pernas torneadas, magra, pequena, pequenininha. Tive que fazer uma cena de sutiã e calcinha nesta última temporada, e me senti muito insegura sobre isso. Eu realmente não queria gravar”, disparou a loira, que é ex-namorada de Cole Sprouse, outro ator do programa. “Fiz porque era meu trabalho. Mas me senti mal ao gravar. De verdade. E é aqui que fica complicado: não posso pregar uma atitude positiva em relação ao corpo se eu não a praticar”, disse ela afirmando que não foi pressionada a gravar a tal cena.

Betty (Lili Reinhart) em cena de Riverdale
Betty (Lili Reinhart) em cena de Riverdale (Reprodução)

“Então, mesmo que eu não esteja me sentindo incrível em relação ao meu corpo, senti que era importante fazer a cena mesmo assim, de sutiã e calcinha, para que as pessoas pudessem ver meu corpo do jeito que ele é. Fiz isso pelas pessoas que sentem que precisam ter uma determinada aparência”, completou a jovem que através das redes sociais já foi chamada de gorda, e relatou que nunca dá importância para comentários de pessoas que tentam julgar os outros apenas por sua aparência: “Entro no Instagram e penso: ‘Veja todas essas pessoas com esses corpos lindamente torneados’. Alguém na praia, no mundo real, tem essa aparência de verdade? Não vejo ninguém com essa aparência. Instagram e os desfiles da Victoria’s Secret não são um retrato de como as pessoas são na vida real”, criticou.