Estrela de This Is Us expõe comportamento abusivo de ex-marido em jornal

Mandy Moore
Atriz e cantora Mandy Moore em vídeo de divulgação para This Is Us (Reprodução/YouTube – Rotten Tomatoes TV)

De vez em quando as pessoas precisam voltar atrás para tentar arrumar os erros do passado, e foi o que o roqueiro Ryam Adams fez, alegando estar sóbrio ao pedir perdão publicamente para sua ex-esposa, Mandy Moore, estrela da série This Is Us. A atriz e cantora foi uma das mulheres que escreveu um artigo para o jornal The New York Times, onde relatou ter estado em um relacionamento abusivo.

Segundo a estrela, o ex-marido controlava muitos de seus relacionamentos, impedindo-a de trabalhar com determinados produtores musicais, e por isso minando lentamente sua carreira musical que teve início no final dos anos 90. Eles chegaram a escrever músicas juntos, que Adams nunca permitiu que ela gravasse, chamando outras cantoras para o trabalho. Quando Mandy reclamava, ele dizia que ela não estava apta pois não tocava nenhum instrumento, e por isso não a considerava uma ‘musicista’.

“Seu comportamento de controle basicamente bloqueou minha capacidade de fazer novas conexões no setor durante um período muito crucial e potencialmente lucrativo que era durante os meus 20 e poucos anos”, disse ela no artigo. A artista desde o tempo em que ficou casada (2007 a 2016) não lançou um único álbum, retomando a carreira de cantora apenas no fim do ano passado.

Até então, o roqueiro negava as declarações de abuso feitas por Mandy sem grandes detalhes, e agora voltou atrás em carta aberta: “No meu esforço para ser um homem melhor, lutei para ficar sóbrio, mas desta vez estou fazendo isso com ajuda profissional. Sobriedade é uma prioridade em minha vida, assim como minha saúde mental. […] Não há palavras para expressar o quanto me sinto mal com a maneira como maltratei as pessoas ao longo da minha vida e carreira. Tudo o que posso dizer é que sinto muito. É simples assim. Esse período de isolamento e reflexão me fez perceber que precisava fazer mudanças significativas na minha vida”.

“Nenhuma quantidade de crescimento jamais tirará o sofrimento que eu causei. Sou totalmente responsável pelo meu comportamento prejudicial e pelas minhas ações que refletem no futuro. Espero que as pessoas que machuquei se curem. E espero que encontrem uma maneira de me perdoar”, prosseguiu ele que estava ensaiando um retorno aos palcos, quando o artigo do jornal saiu e trouxe à tona, outras mulheres além da atriz, que foram maltratadas psicologicamente por ele. Mandy Moore ainda não se pronunciou novamente sobre o assunto.