Gabrielle Union (Reprodução)

Um novo e infeliz caso de racismo chocou Hollywood nos últimos dias quando a atriz e apresentadora Gabrielle Union foi demitida do reality show America’s Got Talent depois de assumir publicamente que estava sendo vítima de preconceito por parte do canal NBC. Uma das estrelas da série Will & Grace fez questão de demostrar seu apoio.

Debra Messing, que interpreta a personagem Grace no sitcom de sucesso, usou suas redes sociais para apoiar Gabrielle e criticar a decisão do canal onde trabalha há anos, respondendo à uma outra mensagem da atriz Ellen Pompeo que também se colocou ao lado da atriz de 47 anos.

Obrigada por isso @EllenPompeo”, escreveu ela no Twitter. “Esse é um comportamento nojento por parte da emissora que tem sido minha casa profissional durante décadas. Sim, as mulheres podem ser “difíceis”, quando a insistência delas para um ambiente de trabalho com profissionalismo e respeito é ignorada”.

E ainda: “Falar sobre um ambiente de trabalho hostil é inconveniente quando existe uma imensa fábrica de dinheiro envolvida. É covardice, ganância e proteção do status quo que foi revelada. Lavar as mãos é indesculpável e reflete uma atitude de laissez faire com relação ao racismo e sexismo sistemáticos”.

União

Pompeo, que é conhecida por ter trazido a público outras situações de comportamento tóxico nos bastidores de Grey’s Anatomy, se pronunciou: “É uma pena que a NBC, a mesma emissora que protege homens nojentos como Matt Lauer e pune mulheres por falarem o que pensam ou por não aceitarem as coisas, não mudou suas práticas ou cultura. Eu apoio Gabrielle Union e seu comprometimento ao falar sobre a injustiça. Isso requer coragem”.

Para quem não acompanhou o caso, Union e sua colega Julianne Hough deixaram o programa depois que acusaram a NBC de compactar com atitudes tóxicas e encobrir uma piada de cunho racista feita pelo convidado Jay Leno, que foi deletada.

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui