Estrelas comentam o que sentiram ao gravar última cena de Fuller House

Fuller House
Fuller House (Divulgação/ Netflix)

Fuller House, spin-off de Full House chegou ao fim na Netflix depois de cinco temporadas. Protagonizado pelas irmãs DJ (Candace Cameron) e Stephanie (Jodie Sweetin), e pela amiga Kimmy (Andrea Barber), o seriado terminou com um casamento triplo, e um acordo das personagens que continuariam morando sob o mesmo teto, mesmo que em alguns episódios antes, Stephanie havia prometido que iria embora daquela casa.

As atrizes conversaram com o site TV Guide, sobre como foi filmar as últimas cenas, e relataram que foram às lágrimas de verdade. “Eu nem queria memorizar meu diálogo. As palavras doem muito. Foi um dia difícil e uma cena difícil de superar”, explicou Candace. Nas cenas finais, Stephanie e Kimmy vão embora da casa de DJ, e depois voltam correndo admitindo que elas não querem se mudar de lá.

“Estávamos todos empolgados com esse encerramento e realmente fizemos esse último episódio com muito amor, mas acho que, ao mesmo tempo, também tínhamos medo dessa última cena, porque todos sabíamos exatamente a emoção que estaria lá”, confessou Sweetin.

Anteriormente, Andrea Barber revelou que nunca havia se imaginado voltando para o programa, já que após viver a personagem até o início dos anos 90, tinha interrompido sua carreira como atriz, e construído sua própria família. Agora, ela mudou completamente seus planos e viu que é capaz de atuar novamente sobretudo na comédia, gênero que ela quer levar para sempre em seu currículo como atriz.

Uma das faltas mais sentidas pelos fãs foi de Michelle, interpretada pelas gêmeas Olsen, que Cameron explicou que sequer foram chamadas após inúmeros convites recusados. “Na verdade, desta vez não chamamos. Depois de tantas recusas ficou mais que claro que elas não queriam fazer parte do programa”, disparou ela. Atualmente, Mary-Kate e Ashely Olsen comandam sua própria grife, e não atuam desde a adolescência.