Estúdios de animação buscam formas de continuarem produzindo em meio à quarentena

Os Simpsons – Fox

Devido à pandemia do COVID-19 o mundo está em quarentena e isso está afetando diversos setores, inclusive o do entretenimento. As gravações de séries e filmes estão paralisadas, além de diversas salas de cinemas estarem fechadas, causando o cancelamento ou adiamento de várias estreias. O mesmo está acontecendo com as séries de TV, onde novos episódios demorarão um pouco mais para chegar. Contudo, a indústria da animação não está sendo tão afetada e parece estar se adaptando rápido à situação.

Desenhos animados seguem um esquema diferente das séries para serem produzidos. Muitos episódios demoram meses para serem feitos, ou seja, o que deve estar chegando agora já estavam sendo produzidos há algum tempo. Além disso, a produção de desenho é feita em partes, onde existe a equipe que desenha, a equipe que faz a trilha sonora e o pessoal que dá voz aos personagens, cada grupo não precisa necessariamente trabalhar junto. Com isso, os grandes estúdios estão investindo em trabalhos remotos para concluírem os trabalhos, como conta a matéria do The Hollywood Reporter.

Um exemplo é a 20th Century Fox TV, que agora faz parte da Disney, e que detém em seus direitos as séries Os Simpsons, Family Guy e Bob’s Burgers. Eles estão usando um programa chamado Toom Boom, que renunciou a taxa de artistas por um mês, para trabalhar em storyboards compartilhados. O compositor de Family Guy também está fazendo partituras remotas para que os músicos toquem em casa. Al Jean, o apresentador de Os Simpsons contou ao THR: “A produção não pulou um dia ou perdeu um ritmo. Pretendemos fazer os 22 shows que fomos contratados para fazer … Não houve mudanças na maneira como fazemos as coisas”.

Ainda de acordo como THR já foi gravado o trabalho de voz de dezoito episódios da próxima temporada Family Guy. Rich Appel, co-showrunner de Family Guy, comentou o seguinte sobre se manter em produção enquanto outras séries estão paralisadas: “É uma experiência nova e ímpar. O principal motivador é que, se um programa for encerrado, é provável que centenas de pessoas não sejam pagas e você sinta uma responsabilidade por artistas, diretores e escritores, entre outros. A animação como gênero é adequada para trabalhar em casa”.

 

Comentários