Estúdios de Hollywood tomam atitude em meio aos protestos contra o racismo

Letreiro de Hollywood (Imagem: Reprodução)

Não é comum os estúdios de Hollywood se envolverem em causas politicas ou contra o preconceito, mesmo com uma legião de astros e estrelas engajados há tantos anos em diversas causas sociais. Os grandes estúdios sempre tentaram não atrelar o seu nome as essas causas, principalmente com medo de perder as grandes bilheterias, além da milionárias verbas publicitárias.

Mas o mundo mudou, e agora os principais veículos da TV e do cinema americano tem mostrado a sua posição contra o racismo, e principalmente contra a brutalidade da ação policial, que vitimou George Floyd.

Empresas como a Netflix, Amazon, HBO, Disney, Warner e Google fizeram questão de deixar claro que são contra a ação policial ocorrida em Minneapolis. O fato é completamente inédito, e demonstra que todas essas gigantes resolveram abraçar a causa de combate ao racismo, um dos maiores problemas sociais do Estados Unidos.

O YouTube, plataforma pertencente ao Google, revelou que irá doar 1 milhão de dólares para ações “contra o racismo e a violência”, assim contribuindo para “enfrentar injustiças sociais” em todo os Estados Unidos.

A Netflix americana também revelou publicamente a sua posição, e em um tuíte a empresa falou que “ficar em silêncio é ser cúmplice”, assim a gigante do streaming revelou o seu apoio ao movimento Black Lives Matter  (Vidas Negras Importam). A Netflix do Brasil resolveu ressoar as ações da sua matriz americana, e também se posicionou contra as mortes de João Pedro e João Victor, os dois rapazes foram mortos em ações policiais no Brasil.

Deixando de lado a concorrência, a Amazon Prime Video e o Globoplay, replicaram a mensagem da Netflix, assim ecoando a mensagem de protesto contra as mortes de jovens negros e pobres da periferia brasileira.