Estúdios tentam combater coronavírus para evitar prejuízo milionário

Mulan
Mulan (Foto: Divulgação)

O coronavírus está aterrorizando o mundo inteiro, e a indústria cinematográfica não fica fora disso. O estrago já está feito, e os estúdios estão se concentrando em novas estratégias para os lançamentos de filmes e shows, e chegaram a cancelar planos para estreias na China para filmes como Mulan, da Disney, e o novo 007. Além disso, várias empresas do ramo do entretenimento estão pedindo que seus funcionários não viagem para as regiões mais afetadas pela doença como a já citada, China, Japão, Coréia do Sul, e Itália.

O prejuízo pela falta de bilheteria nos lugares onde o vírus mais se espalhou pode ser previsto em dezenas de milhões, já que todos os eventos promocionais encontram-se paralisados. A maioria dos filmes programados para estrear nos próximos meses ainda não recebeu informação oficial do governo chinês permitindo sua exibição por lá por exemplo, mas acredita-se que já pouca chance disso acontecer, com os cinemas lá fechados.

Na Itália, os filmes Mulan, Onward e The Grudge devem sofrer atraso no lançamento já que o número de casos do coronavírus saltou para 400, e com isso os estúdios querem evitar que qualquer grande filme vá para as salas de cinema do país neste fim de semana. A doença jé infectou mais de 82 mil pessoas em todo o mundo e chegou a matar cerca de 2800. Sem declarar crise, Hollywood está no processo de esperar para ver.

Os estúdios já começaram a montar equipes de assessoria com profissionais de diversas áreas avaliando o impacto potencial da doença, e pedindo que seus funcionários em locais de risco tentem trabalhar em casa. A batata mais quente está na mão da Disney, em relação Mulan, live-action orçado em 200 milhões de dólares, repleto de atores chineses, e que não poderá ser exibido na China por semanas ou meses.

Já a Warner Bros, que planejava um grande lançamento internacional para Mulher-Maravilha 1984, precisará achar uma outra alternativa. Warner, Disney, Universal e Paramount, participarão em março do CinemaCon, uma feira anual da indústria, que não terá participação de players chineses, impedidos de viajar.

bostancı escort