Eu, a Vó e a Boi: Miguel Falabella compara série com atual situação do Brasil

Miguel Falabella (Imagem: Reprodução/GlNT)

Miguel Falabella e Arlette Salles foram os convidados do Conversa Com Bial da última terça-feira (03), no qual comentaram sobre Eu, a Vó e a Boi, nova série do autor, que está disponível no Globoplay

Na entrevista, o também ator explicou que a comédia surgiu com base em uma thread do Twitter, sequência de tweets sobre um o mesmo assunto, que ficou muito famosa por contar a história de rivalidade de duas vizinhas, contada pelo neto de uma delas, que viralizou na web.

“Eu não tenho Twitter, mas a Gloria Perez viu essa sequência e me mostrou. Nós conversamos muito e ela foi muito importante no meu processo de escrita. Tive dela uma mão segura, carinhosa e afetuosa que foi fundamental”, contou.

Falabella ainda fez um paralelo sobre a produção com o atual momento do país, que vive um momento acirrado com a polarização de ideias. “Serve pra gente ‘fotografar’ um pouco o país que estamos vivendo. Tudo é na bala, tudo se resolve no grito”, equiparou ele.

Uma das protagonistas, Arlete Salles, foi a musa inspiradora de Falabella, antes de entrar no meio artístico. “Eu era apaixonado pela Arlete. E eu tinha um pôster que era a Arlete de franjinha, barriga de fora, uma blusa, uma calça de franja… Eram as gatas da época”, lembrou.

De ídolo, a atriz se tornou parceira do famoso, em trabalhos como Sai de Baixo e Toma Lá Da Cá. “Não é porque ele é meu amigo e está aqui, mas ele é com muita justiça considerado um dos grandes comediógrafos do Brasil. O texto é impecável”, elogiou.

Miguel ainda comentou sobre o seu ritual para conseguir escrever os seus roteiros. “Você faz comédia com raiva, você faz comédia com dor”, comparou.

Em Eu, a Vó e a Boi, Arlete Salles e Vera Holtz interpretam as viúvas aposentadas Turandot e Yolanda, respectivamente, inimigas declaradas que não cansam de trocar farpas e arquitetar ataques engraçados. Os atores, Magno Bandarz, Danielle Winits, Giovana Zotti, Marco Luque, Otavio Augusto, Edgard Bustamente e Alessandra Maestrini completam o elenco

Amante das diversas formas de expressão cultural. Viciado em séries, e sempre por dentro das últimas novidades do cinema. Ama dramas e sempre tenta dar uma oportunidade para as fantasias, distopias e os longas de ação e terror.