Eva Longoria revela por qual motivo tem dificuldade para conseguir papéis no cinema

Eva Longoria e filho
Eva Longoria e filho (Foto: Reprodução)

A atriz Eva Longoria deu uma entrevista à revista Parents, e falou sobre as dificuldades de conseguir papéis no cinema, após ter se tornado mãe do pequeno, Santi. “Eu acho que tem que haver uma normalização dentro de Hollywood para que a maternidade seja aceita mais amplamente”, disse ela, aos 44 anos de idade.

“Hoje em dia ainda acontece de, muitas vezes, uma atriz não conseguir um papel de mulher sexy se for mãe, ou se não conseguiu recuperar exatamente a silhueta que tinha antes da gravidez. Você tem que ter uma rotina muito focada e determinada para fazer esses personagens depois”, falou.

Dora e a Cidade Perdida

Eva fará a mãe de Dora, no filme ‘Dora e a Cidade Perdida’, que estreia em agosto. “Fiquei emocionada em fazer desse elenco e por ajudar a trazer a história de Dora à vida. Ela tem sido um modelo positivo para crianças ao redor do mundo. O filme é muito divertido e muito emocionante. Eu não posso esperar para que o público veja nos cinemas“, declarou a atriz, emocionada, em outra ocasião.

A protagonista, Isabela Moner, também falou sobre seu papel. “Na infância eu realmente me identificava com Dora, pois ela falava inglês e espanhol como eu. Eu tinha o mesmo corte de cabelo, então todos me chamavam de Dora! Quando me enviaram o roteiro, eu pensei: ‘Eu tenho que fazer isso. Eu fui ela toda a minha vida!”, disse ela. O longa conta ainda com Jeffrey Wahlberg, Eugenio Derbez, Michael Peña e Danny Trejo. O roteiro pertence a Nick Stoller e a direção é de James Bobin.

bostancı escort