Ex-diretores do filme solo do Flash comentam chegada do Snyder Cut de Liga da Justiça

Jonathan Goldstein e John Francis Daley (Divulgação)
Jonathan Goldstein e c (Divulgação)

O mundo do entretenimento está a todo vapor nas últimas semanas com o anúncio da chegada da famosa versão de Liga da Justiça de Zack Snyder. Dentre os que comentaram sobre a chegada do Snyder Cut estão John Francis Daley e Jonathan Goldstein, dois dos diretores que deixaram a produção do filme solo do Flash, que conta com Ezra Miller. Em uma entrevista para o The Hollywood Reporter, a dupla se mostrou otimista com a chegada do Snyder Cut de Liga da Justiça.

“Já estava na hora. E está alinhado com as novas necessidades corporativas – eles precisam promover uma plataforma de streaming. Depois de tudo isso, estou curioso para saber qual será a diferença”, disse Goldstein. Vale lembrar que a campanha para a Warner Bros. liberar a versão de Snyder de Liga da Justiça começou em 2017, onde em todo lugar se via a tag #ReleaseTheSnyderCut.

Enquanto Daley revelou que dificilmente assiste as versões do diretor dos filmes, por normalmente serem mais longos que os filmes lançados no cinema. Ele disse: “Muita gordura precisa ser cortada na sala de edição”. E acrescentou: “Todo filme tem uma ‘versão do diretor’ perdida em algum lugar e acho que a melhor coisa dessas plataformas é que o público pode ver algo que normalmente nunca veriam”. O cineasta ainda acredita que Snyder fará um bom trabalho com os US$ 30 milhões dados para terminar o filme.

Durante a produção de Liga da Justiça, Zack Snyder sofreu com o suicídio da filha e somado a vários outros problemas precisou deixar a direção de Liga da Justiça. Com Joss Whedon na direção, várias cenas foram regravadas e muito da história original foi perdida, e o resultado final não agradou os fãs. Após anos de campanha, a Warner decidiu liberar a versão de Snyder de Liga da Justiça, mesmo a empresa por diversas ter negado a existência de tal corte. Zack Snyder’s Justice League chegará na HBO Max em 2021.