Fã traduz inscrições que aparecem no teaser do Snyder Cut de Liga da Justiça

Cena do teaser de Liga da Justiça (Foto: Reprodução)
Cena do teaser de Liga da Justiça (Foto: Reprodução)

Na última semana Zack Snyder divulgou o primeiro teaser de sua versão de Liga da Justiça. O vídeo mostra Diana Prince, interpretada por Gal Gadot, contando sobre quando Darksei chegou no planeta Terra em eras passadas e uma enorme guerra começou para expulsá-lo. No teaser são vistas diversas inscrições em grego, e um fã publicou em seu Twitter a tradução do que está escrito.

De acordo com o site Legião dos Heróis, o fã usou como base uma imagem que Snyder já havia divulgado na rede social VERO. Na tradução, revelam detalhes sobre a batalha contra o vilão e a origem das caixas maternas. Confira abaixo a tradução:

“Parademônios voam através do Éter. E com um estrondo, o confronto do ferro, do sangue e dos cavalos, eles repeliram a conspiração dos invasores. O trovejante Zeus ordenou que seu filho Ares punisse terrivelmente e matasse Darkseid, o ser invasor. Por conta do que aconteceu com Darkseid, ele sobreviveu ferido, mas foi derrotado em batalha e fugiu para as estrelas. Mas seus soldados deixaram para trás três arcas. Cada arca foi deixada para uma tribo, para que eles possam protegê-las caso Darseid decida invadir novamente”.

Em comparação do que vimos no cinema houve poucas mudanças. Na versão de Joss Whedon, quem veio para a terra foi o Logo da Estepe, interpretado por Ciarán Hinds. No filme também foi mostrado como as três caixas maternas foram divididas entre as principais tribos da Terra para que não fossem reunidas novamente.

Darseid foi interpretado por Ray Porter, em uma recente entrevista o ator comentou sobre como se sentiu ao se ver como o icônico vilão no teaser liberado por Snyder: “Fiquei muito orgulhoso. Há apenas a emoção de ‘woah, sou eu!’. Você sabe, eu estou no ramo há tempo suficiente para provavelmente ficar menos entusiasmado com coisas assim, mas sou sempre um idiota dessa maneira. Foi muito emocionante e muito bem feito. Sim, eu posso ter assistido uma ou 50 vezes”.