Fãs ficam decepcionados com o primeiro trailer da cinebiografia não autorizada de David Bowie

Johnny Flynn enquanto David Bowie no filme “Stardust”: Reprodução

Os fãs do músico David Bowie (1947-2016) foram às redes sociais reclamar do primeiro trailer da cinebiografia não-autorizada do artista.

Intitulado Stardust, o filme dirigido pelo cineasta Gabriel Range foi marcado por críticas tanto dos fãs quanto dos familiares do artista, além da proibição do uso de suas músicas.

O filme decidiu focar em uma turnê que Bowi fez nos Estados Unidos na década de 70, antes de ele alcançar o estrelato.

As críticas feitas à primeira prévia o filme, que traz o ator e cantor Johnny Flynn no papel de David Bowie, se centraram exatamente na fotografia escura e à ausência das músicas do cantor.

“Está horrível, digo isso como um grande fã do Bowie”, afirmou uma pessoa no Twitter. “Deveria ser crime federal um filme sobre o David Bowie ser tão sem vida”, escreveu outra.

“Estou constrangido com esse trailer”, lamentou um terceiro. “A verdade é que esse filme não deveria existir”, declarou outra pessoa.

Obviamente, o diretor Gabriel Range, prontamente defendeu sua produção e o trabalho do ator Johnny Flynn em uma entrevista dada ao Daily Mail:

“Sempre quisemos focar mais nos sentimentos do que em uma pessoa imitando o David. O nosso filme é focado antes dele ser o astro que se tornou, em 1971”.

O diretor de cinema Duncan Jones, que é filho mais velho de David, deixou mais uma vez bem clara a sua chateação com a produção de ‘Stardust’ nos últimos anos.

Duncan Jones escreveu em seu post: “Não estou dizendo que esse filme não vai acontecer, eu honestamente não sei.”

“O que quero dizer é que o filme não terá nenhuma das músicas do papai e não consigo imaginar isso mudando. Se você quiser ver uma cinebiografia sem as músicas dele e a bênção da família, aí fica por conta da audiência”.

ankara escort