Fernando Meirelles fala sobre momento difícil do cinema nacional em referência a Bolsonaro

Dois Papas
Jonathan Pryce e Anthony Hopkins estrelam “Dois Papas”, drama biográfico dirigido por Fernando Meirelles (Imagem: Divulgação)

O cineasta brasileiro Fernando Meirelles (Dois Papas) participou de uma conversa promovida pela revista The Hollywood Reporter. Ele falou sobre cinema e seu trabalho na direção ao lado dos diretores Martin Scorsese (O Irlandês), Greta Gerwig (Adoráveis Mulheres), Noah Baumbach (História de Um Casamento), Todd Phillips (Coringa) e Lulu Wang (The Farewell).

Em certo momento, Meirelles foi lembrado sobre a atual situação brasileira em frente ao cinema nacional e a política. “Para o cinema brasileiro, é um momento muito difícil. [Jair Bolsonaro] está realmente desconstruindo tudo o que construímos”, disse o diretor. Ele completa, lembrando da história do cinema nacional, que cresceu bastante nas últimas décadas: “Nos anos 90, antes de filmar Cidade de Deus, produzíamos nove filmes por ano; no ano passado, havia 150. Mas agora ele está realmente bloqueando tudo. Tem sido difícil.”

O cineasta, além do seu elogiado e premiado filme “Cidade de Deus” (2002), também é conhecido por “Cidade dos Homens” (2007), “Domésticas” (2001) e “Xingu” (2011), todas produções brasileiras. No entanto, ele também esteve envolvido com trabalhos além da fronteira, que o fez ser ainda mais reconhecido, como “O Jardineiro Fiel” (2005), “Ensaio sobre a Cegueira” (2008) e “360” (2011). No entanto, mesmo com o reconhecimento internacional, ele não pensa em se mudar para os Estados Unidos.

“Não. Tenho raízes muito profundas no Brasil. E eu gosto de dirigir em português. Eu entendo inglês, mas não me sinto inglês, sabe? Tipo, se você disser ‘mangueira’ em inglês, é apenas uma árvore. Em português ‘mangueira’ é muito mais. Então eu tenho que dirigir em português algumas vezes”, explicou.

O atual trabalho de Fernando Meirelles na direção é em “Dois Papas”, drama biográfico da Netflix, estrelado por Jonathan Pryce (Papa Francisco) e Anthony Hopkins (Papa Bento XVI). O filme, que já está disponível na plataforma de streaming, foi bastante elogiado e recebeu quatro indicações ao Globo de Ouro: Melhor Filme de Drama, Melhor Ator em Filme de Drama (Pryce), Melhor Ator Coadjuvante (Hopkins) e Melhor Roteiro (Anthony McCarten).

 

Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), apaixonada por literatura, cartas e pela magia do cinema. Escritora de histórias e trajetos dos amores.

bostancı escort