França cancela importante evento de séries como medida de precaução

Lydia (Wva Green) em The Luminaries
Lydia (Wva Green) em The Luminaries (Divulgação)

Virou praxe eventos serem cancelados por medidas cautelares em relação ao COVID-19, e foi exatamente isso que aconteceu na França nesta quarta-feira, 11 de março. O Series Mania, maior e mais popular evento voltado para as séries de televisão no país, e que envolvem não só fãs, mas também os executivos responsáveis da indústria, foi cancelado.

Tudo aconteceu depois que o governo francês proibiu reuniões que contenham mais de mil pessoas para impedir a propagação do coronavírus. O evento aconteceria no dia 20 de março, e apresentaria estreias mundiais como The Luminaries, série de drama protagonizada por Eva Green, e Little Birds, da Sky Atlantic. A estrela de Breaking Bad, e O Mandaloriano, Giacarlo Esposito iria participar como homenageado.

Rodolphe Belmer, presidente da Series Mania, foi quem fez o comunicado: “Devido à recente restrição do governo francês de proibir reuniões de mais de mil pessoas, juntamente com as restrições de viagem para muitos de nossos participantes internacionais, tomamos a difícil decisão de cancelar a Series Mania”, explicou.

Já Laurence Herszberg, fundador e diretor geral, prometeu que o evento voltará no ano que vem. “Para nossos públicos, profissionais, políticos e líderes do setor, voltaremos mais fortes do que nunca em 2021 para uma nova edição que será, do fundo de nossos corações, ainda mais ambiciosa e radiante”.

Outro evento que pode ser cancelado é o Festival de Cinema de Cannes, já que em declaração à emissora Le Figaro, Pierre Lescure, presidente do festival, admitiu nesta quarta-feira, 11 de março, que ainda se mantém otimista, mas caso a situação do coronavírus não mude, não enxerga outra saída: “Estou razoavelmente otimista, na esperança de que o pico da epidemia seja atingido no final de março e que respiremos um pouco melhor em abril”. Disse ele que concorda com o líder Emmanuel Macron, que pediu que as pessoas não entrem em pânico.