Fuller House explica paradeiro de Tia Becky após escândalo de atriz

Lori Loughlin, atriz de Três é Demais
Lori Loughlin, atriz de Três é Demais (Reprodução)

A série Fuller House da Netflix finalmente explicou o que aconteceu com Tia Becky, interpretada por Lori Loughlin, no revival. Toda a primeira metade da quinta temporada do programa sequer citou a ausência da personagem, fazendo uma segunda desaparecida além de Michelle, mas agora Jesse (John Stamos) finalmente falou sobre o que aconteceu com sua esposa.

No 15º episódio da temporada atual, ele procura DJ (Candace Cameron Bure) para tentar descobrir qual criança está mordendo a filha na escola, mas quando ele está pensando em um plano, DJ pergunta se não é melhor perguntar a opinião de Becky antes de tomar alguma atitude, e ele responde: “Tia Becky está em Nebraska ajudando a mãe. Eu não quero incomodá-la com uma coisinha assim”.

“Certo, porque ela diria para você não fazer o que está prestes a fazer”, brinca DJ. “Exatamente”, conclui Jesse. Acontece que Lori não foi chamada pela gigante do streaming para reprisar seu papel na série devido ao escândalo que se envolveu na compra de vagas na universidade do Sul California para as duas filhas, Bella Rose e Olivia Jade.

A atriz, de 55 anos, chegou a ser presa após ser indiciada junto com o marido, o estilista Mossimo Giannulli. Incialmente eles se declararam inocentes da acusação de suborno, fraude e lavagem de dinheiro, mas em maio mudaram de ideia, e já sabem inclusive suas penas, mesmo antes de serem sentenciados, já que o julgamento deve acontecer em agosto.

A atriz deve cumprir dois meses de prisão, pagar uma multa de 150 mil dólares, ficar dois anos em liberdade provisória supervisionada, além de realizar 100 horas de serviço comunitário. Já, seu marido, cumprirá cinco meses de prisão, pagamento de uma multa no valor de 250 mil dólares, dois anos em liberdade provisória supervisionada, e 250 horas de serviço comunitário a ser feito.