Furo de roteiro em Star Wars: A Ascensão Skywalker ganha resposta

Star Wars: A Ascensão Skywalker
Foto promocional para o filme Star Wars: A Ascensão Skywalker, que chegou aos cinemas em dezembro de 2019 e foi criticado, entre outras situações, por um suposto furo de roteiro (Imagem: Divulgação / Lucasfilm)

Uma das produções mais criticadas de toda a saga Star Wars, o filme A Ascensão Skywalker, produção mais recente, que encerra a atual trilogia da franquia criada originalmente por George Lucas, recebeu muitas reclamações por conta de um suposto furo de roteiro. Agora, a questão ganhou uma resposta, mas não oficial, e sim de um famoso ator, que também parece ter ficado incomodado com a situação.

Em publicação de uma página dedicada às história de Star Wars, surgiu uma postagem sobre a nova frota do Imperador Palpatine. Na publicação, veio o texto: “Vocês sabiam que a frota vista em Star Wars: A Ascensão Skywalker foi criada por adores dos Sith em Exegol? Eles doutrinaram a população do planeta para idolatrar os Sith. Por causa disso, os cultistas incentivaram seus filhos para se tornarem oficiais, mecânicos e soldados da Primeira Ordem”.

Em seguida, o ator Elijah Wood respondeu à postagem com uma mensagem para lá de direta: “Não! Como é que poderíamos saber disso?”. A resposta do ator foi exatamente a mesma reação que muitos fãs tiveram ao assistirem ao filme, já que estaria para muitos, nessa situação, um furo, pelo fato de não haver nada mais denso sobre o surgimento da frota e também pelo fato de não haver explicação sobre como o Imperador Palpatine conseguiu manter esse segredo debaixo de sete chaves por tanto tempo.

O filme, assim como toda a franquia, em seus últimos trabalhos, também se tornou alvo de outras reclamações. Algumas delas vieram do próprio elenco. Para se ter uma ideia, em entrevista ao site de notícias de entretenimento ScreenRant, o ator Oscar Isaac contou que defendeu um relacionamento amoroso entre os dois referidos personagens. Ele afirmou que gostaria de ter visto isso ocorrer em filmes anteriores, mas o desejo não foi atendido.

“Pessoalmente, queria que isso tivesse sido explorado em outros filmes, mas eu não tenho controle sobre isso. Parecia uma progressão natural, mas, infelizmente, estamos numa época onde as pessoas têm medo de… Não sei de quê. Mas, se eles fossem namorados, seria muito legal”, disse o ator na entrevista concedida ao site ScreenRant.