Gal Gadot conta que “algo louco” mudará Diana para sempre em Mulher-Maravilha: 1984

Mulher-Maravilha 1984 (Imagem: Divulgação/ Entertainment Weekly)

Mulher-Maravilha foi um tiro certeiro da DC Films e da Warner em 2017. O filme conquistou o público e a crítica com a história da amazona criada numa terra só de mulheres, e que conhece o mundo dos homens tornando-se uma super-heroína. E sua nova aventura subintitulada 1984 chegará aos cinemas em breve, apesar de muita coisa ter mudado do primeiro filme para cá, com a quase completa dissolução dos heróis que compunham a Liga da Justiça.

Uma coisa que chamou a atenção dos fãs em Mulher-Maravilha: 1984, logo que o primeiro trailer foi divulgado na CCXP do ano passado foi o fato de Steve Trevor, personagem de Chris Pine estar de volta à história, mesmo depois de ter morrido no primeiro longa. O par romântico de Diana aparece em várias pequenas cenas, e Gal Gadot foi questionada sobre isso pela revista Empire, da qual é capa nesta quinzena.

“Chris era parte integrante do filme e de seu sucesso. E porque ele, eu e Patty [Jenkins – diretora] gostamos muito de trabalhar juntos. Todos nós queríamos tê-lo de volta. E Patty e Geoff Johns [co-roteirista] encontraram a melhor maneira que serve à narrativa para trazer Steve de volta”, disse ela sem dar maiores detalhes. Por enquanto as teorias que surgem sobre a volta do soldado são sobre ele estar presente em alucinações, e até mesmo em falsas memórias da protagonista.

Segundo Gadot, a personagem mostrará no novo filme que evoluiu. “O primeiro filme chegou à maioridade, foi Diana se tornando a Mulher-Maravilha. Ela era muito ingênua e não entendia as complexidades da vida. Um peixe fora da água. Neste filme, esse não é o caso. Diana evoluiu. Ela é muito mais madura e muito sábia. No entanto, ela está muito sozinha. Ela perdeu todos os membros de sua equipe e está protegida. E então algo louco acontece”, falou citando Steve ao se referir a ‘algo louco’.

bostancı escort