Ganhador do BAFTA, Joaquin Phoenix critica falta de diversidade na premiação

Joaquin Phoenix como Coringa
Joaquin Phoenix como Coringa (Reprodução)

Joaquin Phoenix ganhou mais um prêmio por sua atuação como Coringa. O ator levou para a casa o troféu de Melhor Ator no BAFTA (British Academy  Film Awards) vencendo atores como Leonardo DiCaprio (Era Uma Vez em Hollywood), Adam Driver (História de Um Casamento), Taron Egerton (Rocketman), e Jonathan Pryce (Dois Papas), e falou sobre ser parte do racismo sistemático que toma conta da indústria cinematográfica ao receber o prêmio neste domingo (02).

“Me sinto em conflito porque muitos dos meus colegas atores que merecem, não têm o mesmo privilégio. Acho que enviamos uma mensagem muito clara às pessoas negras de que elas não são bem-vindas aqui. Eu não acho que ninguém queira um tratamento preferencial, as pessoas só querem ser reconhecidas, apreciadas e respeitadas por seu trabalho. Esta não é uma condenação auto justificada. Eu sou parte do problema”, disse o ator ao receber seu prêmio, em Londres.

“Temos que fazer um duro trabalho para entender o que é verdadeiramente o racismo sistêmico. Acho que é obrigação das pessoas que criaram, perpetuam e se beneficiam de um sistema de opressão que as desmantelam. Isso é nosso”, continuou o ator. A premiação enfrentou uma série de críticas pela falta de diversidade em suas quatro categorias de atuação.

Uma hashtag inclusive foi levantada pelos internautas: #BaftasSoWhite – em referência direta ao #OscarsSoWhite. O assunto foi tão debatido que nem o príncipe William ficou de fora de discussão e acabou falando sobre o assunto ao apresentar a produtora de Star Wars, Kathleen Kennedy.

“Nós temos conversado novamente sobre a necessidade de fazer algo mais para lidar com a diversidade no setor. Isso [como acontece atualmente] não pode estar certo hoje em dia. […] O BAFTA leva essa questão a série, e após as indicações deste ano, lançou uma revisão completa… para garantir que as oportunidades estejam disponíveis para todos”, completou.

 

Comentários