Emilia Clarke em Game of Thrones (HBO)

Se existe alguém que entende sobre cobrança e pressão dos fãs, essa pessoa é George R.R. Martin. Há muito tempo o escritor vem prometendo o lançamento do sexto livro da franquia “A Canção de Gelo e Fogo“, intitulado The Winds of Winter (Os Ventos do Inverno). A série de tv ultrapassou os acontecimentos literários ainda na sexta temporada, causando certa confusão com aqueles que consideram o material original algo sagrado.

O último episódio de GOT e a oitava temporada de forma geral causaram reações bastante viscerais, mas o autor garante que isso não influencia de forma alguma o seu trabalho, seja para o bem ou para o mal. Ele usou como exemplo a verdadeira descendência do personagem Jon Snow, que rapidamente ganhou a internet: “Nessa era, mesmo se 1 pessoa em 100 descobrir algo, essa pessoa irá postar para as outras 99 que vão pensar ‘Ah, isso faz sentido’. E se você ceder à tentação de mudar algo por causa disso, vai atrapalhar toda a estrutura [da história]”. E ainda: “Eu não leio nenhum site. Quero escrever o livro que sempre pensei em escrever. E quando ele sair, eles [os fãs] podem gostar ou não“, afirmou.

Conflito

Martin revelou que no começo, sentiu uma pressão muito maior por parte da sua editora para ficar à frente da produção da HBO e chegou a ficar desesperado, mas quando ficou claro que isso não seria possível, ele relaxou. “Eu não quero só terminar, quero fazer tudo da melhor forma possível. Desde então não tem havido mais tanta pressão. Não é uma corrida. A série acabou, estou escrevendo o livro. Ele ficará pronto quando estiver pronto“, finalizou.

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui