Governo Federal toma decisão sobre Cuties, após polêmica com crianças

Cuties (Imagem: Divulgação / Netflix)

O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, liderado por Damares Alves, pediu a retirada do filme Lindinhas (Cuties, como título original) do catálogo da Netflix, no Brasil. A solicitação foi feita pela Secretaria Nacional de Direitos da Criança e do Adolescente (SNDCA),  encaminhada à Coordenação da Comissão Permanente da Infância e Juventude (COPEIJ) devido à polêmica que girou em torno da produção francesa pela oferta e distribuição de conteúdo.

O secretário Maurício Cunha, responsável por assinar o ofício acusou o longa metragem de Maïmouna Doucouré de apresentar “pornografia infantil e múltiplas cenas com foco nas partes íntimas das meninas enquanto reproduzem movimentos eróticos durante a dança, se contorcem e simulam práticas sexuais.”

“A SNDCA vê com extrema preocupação a perpetuação do conteúdo que, longe de ser entretenimento ou liberdade de expressão, na verdade, afronta e fragiliza a normativa nacional de proteção à infância e adolescência”, completou.

A ministra Damares disse que o governo federal atuará para “proteger” os menores. “Crianças e adolescentes são o bem mais precioso da nação e o mais vulnerável. É interesse de todos nós botarmos freio em conteúdos que coloquem as crianças em risco ou as exponham à erotização precoce. O governo do presidente Jair Bolsonaro não vai ficar parado nessa luta. Vamos tomar todas as medidas judiciais cabíveis. A nossa luta é para direitos humanos para todas as crianças do Brasil”, afirmou ela.

Recentemente, a diretora de Cuties Maïmouna Doucouré defendeu, em um vídeo promocional, as acusações que o filme estaria sexualizando crianças. “Eu conversei com centenas de pré-adolescentes para entender como elas se relacionavam com sua feminilidade hoje em dia. Essas garotas veem que, quanto mais a mulher é sexualizada nas redes sociais, mais bem-sucedida ela é. E sim, isso é perigoso”, rebateu.

A Netflix também já havia se pronunciado sobre as críticas do longa. “Cuties é uma crítica social à sexualização de crianças. É um filme premiado, com uma história poderosa sobre a pressão que jovens meninas sofrem das redes sociais e da sociedade em geral enquanto crescem — e encorajamos qualquer pessoa que se importa com este tema fundamental a assistir ao filme.”

Amante das diversas formas de expressão cultural. Viciado em séries, e sempre por dentro das últimas novidades do cinema. Ama dramas e sempre tenta dar uma oportunidade para as fantasias, distopias e os longas de ação e terror.