GRANDE ATOR recusou interpretar James Bond; saiba quem

Christian Bale
Christian Bale (Imagem: Divulgação)

Você acredita que um ator é capaz de recursar interpretar James Bond, um dos personagens mais icônicos do cinema mundial? Pois Christian Bale disse não para o 007.

A recusa do ator ocorreu no início dos anos 2000, ou seja, antes que Bond passasse a ser interpretado por Daniel Craig, que está prestes a se despedir do espião em sua última participação na franquia.

A revelação sobre a negativa de Bale foi revelada no livro Christian Bale: The Inside Story of the Darkest Batman. O ator foi procurado por responsáveis pela franquia de sucesso depois que o ator foi bem avaliado em Psicopata Americano.

Na época, Pierce Brosnan ainda era o 007, mas já estavam sondando outros profissionais para o papel.

Porém, Christian avaliou a oportunidade como “muito britânica” e via James Bond como alguém que representava “todos os estereótipos desprezíveis sobre atores ingleses e britânicos”.

Vários astros já deram vida a 007, como Sean Connery, Roger Moore, Timothy Dalton e Pierce Brosnan.

Há alguns meses, Christian Bale fez uma revelação inusitada sobre como família encara seus personagens. “Faço menos agora que tenho filhos porque não quero confundi-los. Minha esposa [Sibi Blazic] definitivamente tinha favoritos. Ela era como, ‘Ah, eu sinto falta dele. Ele se foi. Quero que você seja esse personagem de novo”, disse ele à revista People.

“Todo o papel que faço ou o próximo que farei eu vou levar a vida toda para descobrir como fazer diferente do último personagem que fiz. Acho que é porque somos apenas ele e eu sentados lá sendo muito fracos para poder fazer qualquer coisa. Totalmente incapaz”, adicionou ele, que também já fez uma revelação inesperada sobre o Batman:

“Nós sabíamos que tínhamos que reinventá-lo. Eu literalmente fazia as pessoas rirem de mim quando lhes disse que estávamos fazendo um novo tipo de Batman. Eu acho que o motivo pelo qual funcionou foi, antes de tudo, Chris [Nola]. Mas também nunca fomos arrogantes em supor que tivemos a oportunidade além de um filme de cada vez. Isso é algo que Chris sempre falava. Ele dizia: ‘É isso. Estamos fazendo um filme. É tudo o que temos’. Então, quando eles vieram e disseram: ‘Você quer fazer outro?’ Foi fantástico, mas ainda assim dissemos: ‘É isso. Não teremos outra oportunidade’. Então eles vieram e disseram: ‘OK, vamos fazer um terceiro'”, falou ele ao Toronto Sun.

 

Jornalista especializado em entretenimento, consumista de streaming e cinemaníaco de carteirinha.