Há quase 30 anos com câncer de mama, Olivia Newton-John faz apelo às mulheres

Olivia Newton-John
Olivia Newton-John (Reprodução/ Youtube)

Olivia Newton-John, estrela do filme Grease, fez um apelo para que as mulheres se cuidem e façam o autoexame dos seios, além de outros exames que possam detectar câncer. A atriz e cantora, luta há quase 30 anos contra um câncer de mama deu uma entrevista para o jornal britânico The Sun, explicando que a dúvida é geralmente a pior das respostas. “Eu sei que é assustador ir ao médico, mas é melhor saber do que não saber. É importante fazer um autoexame por mês para perceber alguma mudança ou caroços. A detecção precoce é sempre melhor”.

Aos 71 anos, ela explicou que tem a doença há 28 anos, e que ela se está em estágio quatro, tendo se espalhado por seus ossos, mas ela não perdeu a esperança de se curar, e acredita que pode ajudar outras mulheres neste processo. “Meu foco e propósito é continuar a encontrar respostas para o tratamento do câncer e ajudar outras pessoas que estão nessa jornada”, disparou ela dizendo ainda na mesma entrevista que a doença foi como uma espécie de presente em sua vida. “Por mais estranho que possa parecer, considero isso um presente. Eu aprendi muito e conheci algumas mulheres extraordinárias”.

Olivia disse anteriormente que seu tratamento avançou muito quando ela passou a fazer uso da cannabis medicinal. “Eu encorajo o autoexame em primeiro lugar, pois minha mamografia original em 1992 não mostrou nada e minha mão conseguiu encontrar algo – só com ultrassom foi descoberto depois. Então eu digo às mulheres, confie em seus instintos. Acho que sabemos quando algo está errado”, disse ela que devido à doença deu seu nome a um centro de pesquisa em Melbourne.

“Se eu não tivesse experimentado, nunca teria emprestado meu nome a um centro de câncer, o Centro de Bem-Estar e Pesquisa do Câncer Olivia Newton-John”, confessou ela que com a ajuda do marido John Easterling, que a ajuda desde então, conseguiu retomar a sua mobilidade, prejudicada pelas dores agudas.