“Harriet”: assista ao trailer do filme sobre líder abolicionista dos EUA

Cynthia Erivo é Harriet Tubman (Imagem: Divulgação)

Com estreia prevista para o dia 6 de fevereiro de 2020 aqui no Brasil, o filme “Harriet” ganhou um trailer nesta última terça-feira, dia 9, em que mostra a história de uma das maiores líderes abolicionistas dos Estados Unidos. A trajetória de Harriet Tubman é contada nos cinemas, com direção de Kasi Lemmons (Luke Cage).

Na trailer do longa, que será lançado em 1 de novembro deste ano nos Estados Unidos, podemos acompanhar a trajetória da ex-escrava e suas lutas em busca de liberdade para sua família e outros negros escravizados.

Com roteiro de Gregory Allen Howard e Kasi Lemmons, o filme conta com a atriz Cynthia Erivo (Maus Momentos no Hotel Royale) no papel da protagonista, e ainda tem no elenco Janelle Monáe (Estrelas Além do Tempo), Jennifer Nettles (The Righteous Gemstones), Leslie Odom Jr (Assassinato no Expresso Oriente) e Joe Alwyn (A Favorita).

Confira o trailer:

A atriz que dá a vida à protagonista, Cynthia Erivo, falou sobre o processo de produção do filme e sobre ser uma atriz britânica interpretando uma americana.

“Talvez tenha a ver com o fato de ser Harriet e como ela significa muito para muitas pessoas. Eu acho que também pode ter a ver com o fato de que, com mulheres de cor, não temos muitos papéis que são cheios e brilhantes, cheios de história e verdadeiros. Raramente essas histórias são contadas. Isso pode ter atingido as pessoas com mais força. A única coisa que posso pedir é o benefício da dúvida, que eu poderia ter feito o meu trabalho. Eu trabalhei muito.”, ela fala em entrevista ao The New York Times.

Empolgada e super envolvida com o trabalho, quando é questionada sobre a experiência e a própria produção, a atriz não exita, descreve o processo que a levou a construir sua personagem.

“Tudo, desde passeios a cavalo até pesquisas, acrobacias; havia apenas um que eu não tinha permissão para fazer e, se tivesse, teria feito. Kasi foi incrível, ela fez muita pesquisa. Eu li muito. Eu fiz o que poderia ter sido minha quarta viagem ao [Museu Nacional de História e Cultura Afro-Americana] especificamente para ver a seção [de Harriet]. Eu fiz muito trabalho físico. Eu usava o espartilho 24 horas por dia. Tudo o que eu poderia fazer, eu fiz.”, conta a atriz.

A interprete de Harriet ainda fala sobre a líder, que foi muito subestimada. “Eu acho que é a combinação de ser subestimada de forma consistente e apenas tomar a decisão de que a maneira como ela estava sendo tratada não estava mais bem. Ela sabia que não estava certo. Eu não acredito que ela pensou por um segundo que seria fácil. Eu acredito que, como ser humano, ela tinha medo e, contra seus medos, continuou, o que é mais forte do que nenhum medo.”, disse Cynthia Erivo.

Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), apaixonada por literatura, cartas e pela magia do cinema. Escritora de histórias e trajetos dos amores.

bostancı escort