Henry Cavill abre o jogo e diz se ainda tem interesse em interpretar o Superman

Henry Cavill
Henry Cavill (Divulgação)

Henry Cavill vestiu a capa do Superman pela primeira vez em 2013 com O Homem de Aço (Man of Steel), e voltou a interpretar o herói mais duas vezes em Batman vs Superman: A Origem da Justiça (Batman v Superman: Dawn of Justice) e Liga da Justiça (Justice League). E apenas essas poucas vezes foram o suficiente para imortalizar o ator no papel do herói da DC. Em um recente bate-papo para a Variety‘s Actors on Actors, que contou com a participação de Patrick Stewart, Cavill comentou o que mudou em sua vida desde que interpretou o Superman pela primeira e se um dia voltaria a dar vida ao herói novamente.

“Eu sempre fui fã do Superman”, disse Cavill. “Com um personagem como esse, você carrega o manto com você fora do set. E isso se torna parte de sua representação pública. Quando você conhece crianças, elas não me veem necessariamente como Henry Cavill, mas elas podem ver o Superman, e há uma responsabilidade que vem com isso. Por ser um personagem tão maravilhoso, é realmente uma responsabilidade que estou feliz em ter, e espero poder interpretar mais o Superman nos próximos anos”.

Nos últimos meses diversos rumores surgiram sobre Heny Cavill estar negociando viver o herói de capa vermelha mais uma vez, contudo, nada foi confirmado. Assim não se sabe se o ator quer voltar em um filme solo do kriptoniano ou apenas fará participações em filmes de outros heróis, assim como acontece com o Hulk na Marvel. “Minha vida mudou dramaticamente por causa disso”, continuou Cavill. “E isso me deu muitas oportunidades para papéis, e sim, foi um daqueles personagens que mudou todo o curso da minha carreira. Sou incrivelmente grato por isso e também me ensinou muito sobre mim”.

Patrick Stewart pediu para Cavill elaborar melhor sua resposta, e este respondeu: “Ele é tão bom, ele é tão gentil, e quando você começa a se comparar a ele, porque o interpreta, começa a realmente olhar para dentro”. E finalizou: “Você diz, ‘sou uma boa pessoa? Posso ser uma pessoa boa o suficiente para interpretar o Superman?’. E se você ouvir um sussurro lá dentro, tipo ‘Hmm, espere um segundo. Talvez não’, você ajusta e se certifica de que é uma pessoa melhor. Eu acho que é tudo o que podemos fazer na vida”.