Henry Cavill deve voltar para os filmes da DC, mas de forma diferente do esperado

Henry Cavill em cena de Batman vs Superman A Origem da Justiça
Henry Cavill em cena de Batman vs Superman A Origem da Justiça (Reprodução)

Mesmo que os fãs estejam super empolgados com o lançamento do Snyder Cut de Liga da Justiça pela HBO Max, novo serviço de streaming da Warner Bros., e com a volta de Henry Cavill, que estaria negociando para voltar a viver o Superman nas telonas, os executivos da empresa acreditam que ele não deve protagonizar um filme tão cedo.

O primeiro filme do herói, Homem de Aço, de 2013 chegou a faturar 668 milhões de dólares em todo o mundo, tornando-se o filme do personagem com maior bilheteria (perdendo somente para Superman: O Filme, de 1978, se colocarmos em valores corrigidos para os diais atuais). Na época, surgiram boatos que o estúdio não estava feliz com os resultados e esperava mais, boatos que ao serem desmentidos fizeram com que a WB desse sinal verde para produção de Batman vs. Superman: A Origem da Justiça, com Zack Snyder a cargo da direção.

Quando o filme que mostrava a luta entre os dois titãs dos quadrinhos dividiu as opiniões de público e crítica, e não chegou a faturar 1 bilhão de dólares conforme as expectativas (já que os filmes protagonizados por Batman, de Christopher Nolan haviam chegado a essa marca), a Warner admitiu sim estar descontente com os resultados, mas prosseguiria apostando na forma de contar histórias de Snyder com Liga da Justiça.

Depois de tudo o que aconteceu em relação ao filme da Liga, com a saída de Snyder, e as grandes críticas em torno da versão de Joss Whedon, a empresa preferiu afastar aqueles personagens e focar sua estratégia em outros nomes importantes das páginas. Depois do sucesso de Aquaman, e Shazam!, surgiram rumores que a nova heroína a ganhar um filme solo seria Supergirl, como forma de não deixar o legado de Kripton morrer nos cinemas, mas isso também parece ter ficado para trás.

Com as notícias que Cavill estaria negociando para voltar a ser Clark Kent nas telonas, o site Heroic Hollywood, explicou que a Warner quer que ele apenas seja um reforço nos longas de outros heróis, algo semelhante ao que é feito por Mark Ruffalo e seu Hulk nos Vingadores. “Um filme independente do Superman não seria bem-sucedido neste momento. Talvez ele tenha mais impulso depois de desempenhar um papel de apoio em alguns filmes de sucesso da DC, haveria mais a chance de um filme independente de sair melhor”, disse um executivo da Warner Bros., ao site sem ser identificado.