Ian Somerhalder comenta sobre golpe em fãs brasileiros que prometia encontro com ele

Ian Somerhalder
Ian Somerhalder em cena de Apocalipse V (Reprodução/YouTube – Netflix)

Recentemente, muitos fãs de Ian Somerhalder e da sua nova série Apocalipse V foram vítimas de um lamentável golpe. Um falso anuncio indicava a vinda do astro ao Brasil para um encontro, um bate-papo sobre a nova produção da Netflix.

Através de uma notícia vinculada pelo Whatsapp, uma falsa empresa utilizava indevidamente o nome da Agência Lotus para oferecer convites, que variavam entre R$150 e R$890 para um suposto encontro com o ator. A agência que teve o seu logotipo utilizado garantiu que não estava organizando o evento.

Já Ian Somerhalder utilizou sua conta oficial no Instagram para comentar sobre o golpe e deixar claro que não estava envolvido nesse falso evento.

Confira:

 

Todos os 10 episódios da primeira temporada de Apocalipse V estão disponíveis na Netflix.

 

Futuro da série

Uma segunda temporada ainda não foi confirmada, mas Ian Somerhalder já falou sobre as possibilidades. “Primeiras temporadas são difíceis”, disse o ator ao Digital Spy antes mesmo da estreia da série. “Você está tentando encontrar o seu caminho, o seu personagem e o aspecto do programa. Você está realmente aprendendo muito. Nós meio que arranhamos a superfície. É por isso que estou animado em apresentar a primeira temporada, porque eu sei o que está por vir, e sei como são as novas temporadas do programa.”

Ao site de notícias de entretenimento CinePOP, o ator ainda adiantou que a trama vai ter uma conexão com o Brasil, com a inserção de personagens brasileiros. “Eu amo esse gênero, ele tem sido tão bom para mim e eu acho que ele proporciona uma plataforma única para contar histórias tão humanas, emocionais e globalizadas. Esse é um gênero muito diverso e eu amo isso. Amo a empolgação que envolve essas narrativas. E o interessante é que na nossa série, os vampiros são diferentes. É como se fosse uma doença, sabe? Algo semelhante a ter uma doença como um câncer, em que muitas vezes você tem uma pré-disposição a desenvolver”, disse.

Ele completou: “Então, na nossa série, a dinâmica é a mesma. Isso significa que um vampiro do leste europeu é completamente diferente de um vampiro brasileiro. E nós estamos empolgados por poder explorar o tipo brasileiro de vampiros e mais tarde, no futuro, nós teremos narrativas mais amplas, explorando vários arcos. E assim como vimos em The Vampire Diaries, esses personagens lidarão com suas próprias complexidades, como preconceito, entre outras coisas”.

O ator também destaca que ainda serão abordadas questões relacionadas a complexidade humana, como o racismo, por exemplo. “Nós veremos a questão do racismo como algo vivo até mesmo entre os próprios vampiros. A coisa vai ficar caótica! Vampiros brigando entre si, a escala será bem grande! E embora nós ainda não tenhamos desenhado os vampiros brasileiros, podemos te garantir que eles serão bem sexy e durões!”, contou.

 

Comentários