Ilustrador de Batman: Three Jokers explica as versões diferentes do vilão Coringa da HQ

Artes de Batman: Três Coringas (Divulgação / DC Comics)

A minissérie em quadrinhos Batman: Three Jokers anda chamando atenção da cena norte-americana. A HQ promete novas facetas de um dos vilões mais conhecidos dos quadrinhos, logo após o coringa ser esmiuçado nos cinemas.

Em entrevista ao site Games Radar, o ilustrador Jason Fabok comentou a respeito das artes que desenvolveu para a minissérie, que reúne influências de todas as fases do personagem.

Three Jokers abre com o coringa cruel da era de ouro “O que não sorri”, de acordo com Fabok explicando que a seriedade do personagem é um reflexo de “quadros horripilantes em que [o Coringa] não sorri e depois, têm quadros de arrepiar em que ele está com um sorriso enorme. Escolhemos focar nas partes em que ele não sorri e isso é muito mais aterrorizante. É uma versão fria e calculista do Coringa, um gênio do crime”.

O segundo volume trará o dissimulado ingênuo dos anos 1950, aquele que tira armas da cartola: “O que chamamos de ‘Coringa Palhaço’”, afirmou o ilustrador. Por fim, a minissérie encerra com o vilão de A Piada Mortal nas palavras de Fabok um coringa “Psicótico maligno, sorrindo e dando risada. Eu brinquei muito com isso e com a maneira como Brian Bolland o desenhou [em A Piada Mortal]”. 

Escritos por Geoff Johns, os três volumes da série serão publicados via DC Black Label. Selo que assumiu o posto deixado pela extinta Vertigo como a casa das histórias sóbrias e adultas da editora.  A obra é a continuação do arco que se iniciou durante os episódios da Guerra Darseid, de 2015, publicado na HQ da Liga da Justiça.

Three Jokers (Três Coringas, em livre tradução) estava com o lançamento marcado para julho, mas devido a pandemia sofreu um adiamento e só será publicada no dia 25 de agosto, nos Estados Unidos.

Amante das diversas formas de expressão cultural. Viciado em séries, e sempre por dentro das últimas novidades do cinema. Ama dramas e sempre tenta dar uma oportunidade para as fantasias, distopias e os longas de ação e terror.

ankara escort