Infância de Kylo Ren seria explorada em Guerra nas Estrelas

Adam Driver como Kylo Ren em Guerra nas Estrelas (Foto: Reprodução)
Adam Driver como Kylo Ren em Guerra nas Estrelas (Foto: Reprodução)

A terceira trilogia Guerra nas Estrelas nos apresentou Kylo Ren, filho de Leia Organa e Han Solo, e que foi interpretado pelo ator Adam Driver. Kylo Ren chegou a ser treinado pelo seu tio Luke Skywalker para se tornar um Jedi, mas acabou indo para o lado sombrio da Força, onde decidiu dar continuidade ao legado de Darth Vader. Apesar de se mostrar um extremamente perigoso, ele tinha rompantes de raiva, onde até foi comparado a um garoto mimado.

Contudo, o passado de Kylo Ren nunca foi explorado a fundo para mostrar o motivo dele odiar tanto seus pais, inclusive para chegar a matar Han Solo. Em uma recente entrevista para o Inverse, o escritor Lev Grossman revelou que havia planos para incluir na trilogia, mas precisamente em Star Wars: A Ascensão Skywalaker, detalhes sobre a infância de Kylo Ren, e boa parte dessas ideias vieram de Adam Driver.

“Acho que, provavelmente, o que estava faltando para mim, eu queria ver mais sobre a infância de Kylo”, disse Grossman sobre a mais recente trilogia de Guerra nas Estrelas. “Eu pensei que eles voltariam para nos mostrar mais sobre por que ele se virou para o lado sombrio. [Adam Driver] teve muitos pensamentos interessantes sobre a infância de Ben Solo”.

“Isso é algo que Adam Driver disse”, continuou Grossman. “Ele disse que Han Solo e Leia eram egoístas demais e pensavam em si mesmos como heróis para realmente serem pais atenciosos da maneira que um jovem e terno Kylo Ren realmente precisava. Não havia muito disso no filme, então acho que temos que assumir que a infância dele foi uma merda”.

Além dos pais egoístas, Kylo Ren quase foi assassinado por Luke Skywalker, e com certeza a soma desses fatores causou um profundo trauma emocional para o personagem, o que explicaria suas atitudes ao longo dos três filmes e a facilidade de ser manipulado por Palpatine.