Intérprete de Berta em Dois Homens e Meio, Conchata Ferrel, morre aos 77 anos

A atriz Conchata Ferrell (Imagem: Reprodução)

A morte de Conchata Ferrel pegou milhões de fãs de Two and a Half Men (Dois Homens e Meio, no Brasil), de surpresa.  A atriz, que se popularizou ao interpretar a empregada desbocada e malandra de Charlie (Charlie Sheen) e Alan (Jon Cryer) Berta, faleceu na última segunda-feira (12), por volta das 12h30, aos 77 anos de idade, a causa da morte foi devido a complicações de uma parada cardíaca. A informação foi confirmada pela família e por representantes da artista à imprensa.

Segundo informações do site Deadline, Conchata passou mal e foi levada a um hospital em Sherman Oaks, na Califórnia. No momento da sua morte, a partida aconteceu de maneira pacifica ao lado dos seus familiares. Ela deixa o marido, Arnie Anderson, e a filha, Samantha.

Seus colegas de elenco a homenagearam nas redes sociais e lamentaram seu falecimento. Ela era um ser humano lindo. O exterior rude de Berta foi uma invenção dos roteiristas. O calor e a vulnerabilidade de Chatty (apelido da atriz) eram seus verdadeiros pontos fortes”, escreveu Jon Cryer nas redes sociais. “Estou chorando pela mulher que sentirei falta e pela alegria que ela trouxe para muitos”, continuou o ator. 

Já Sheen a homenageou com uma poesia, na qual lembra a sua personagem mais conhecida. Uma perda chocante e dolorosa. Berta, Seus cuidados com a casa Eram meio suspeitos Seu cuidado com as pessoas era perfeito”, diz um trecho do poema.

Oriunda do estado de Western Virginia, Conchata nasceu 1943 e começou a atuar em 1969. Ao longo da carreira, em mais de 40 anos em Hollywood, ela colecionou inúmeros papéis na televisão, o mais conhecido deles na série criada por Chuck Lorre, na qual atuou em todas as temporadas e que lhe rendeu duas indicações ao Emmy, na categoria de melhor atriz coadjuvante, em 2005 e 2007. Ela também foi indicada na mesma premiação, em 1992, mas desta vez na categoria Melhor Atriz de Drama pela sua participação na série L.A. Law (1986-1994).

 

Amante das diversas formas de expressão cultural. Viciado em séries, e sempre por dentro das últimas novidades do cinema. Ama dramas e sempre tenta dar uma oportunidade para as fantasias, distopias e os longas de ação e terror.