It A Coisa 2: Elenco infantil precisou passar por efeitos especiais na sequência; entenda

It a Coisa (Divulgação)

Os avanços tecnológicos têm auxiliado – e muito – os diretores de Hollywood na hora de driblar diversas dificuldades na produção de filmes e séries. No caso de It A Coisa 2, essas ferramentas tiveram que ser usadas para muitos fins, incluindo um bem interessante.

Em nova entrevista para o site Bloody Disgusting, o diretor Andy Muschietti revelou que parte do orçamento da sequência foi dedicado à “rejuvenescer” o elenco infantil, que cresceu consideravelmente em um curto período de tempo. “É melhor filmar depois de dois anos do que de 5. Mas nesses dois anos, eles cresceram bastante. Não todos eles, a Sophia continua exatamente a mesma, assim como o Jaeden. O Finn cresceu muito, e ele já é um cara alto. Mas desde o começo, sabíamos que isso seria parte do orçamento, os efeitos especiais pra corrigir isso“, explicou. As crianças Jaeden Martell (Bill), Wyatt Oleff (Stanley), Jack Dylan Grazer (Eddie), Finn Wolfhard (Richie), Sophia Lillis (Beverly), Chosen Jacobs (Mike) e Jeremy Ray Taylor estarão de volta para protagonizar cenas de memórias e flashbacks do elenco adulto, formado por Jessica Chastain, James McAvoy, Bill Hader, Jay Ryan, James Ransone, Andy Bean e Isaiah Mustafa.

VFX

O mesmo processo foi usado recentemente para tirar 20 anos das lendas Robert De Niro e Al Pacino em “O Irlandês”, com direção de Martin Scorsese. Há alguns meses, o diretor revelou que tinha preocupações com os resultados dos efeitos, se seriam convincentes o suficiente e se não atrapalhariam a performance dos atores. Semana passada, com o lançamento do trailer oficial, foi possível conferir a tecnologia em ação, e o resultado é impressionante. O filme estará disponível para streaming na Netflix logo após um breve período de exibição nos cinemas.

Cresceu vendo filmes ao invés de brincar na rua. Fã de ir ao cinema sozinha. Críticas e notícias sobre o mundo do entretenimento.

bostancı escort