James Bond: Polêmica envolvendo Idris Elba deixa ator entristecido

James Bond
James Bond

Considerado o homem vivo mais sexy do mundo pela revista People em 2018, Idris Elba tem se mantido em ascensão já há algum tempo. Mas o ator britânico, cujo momento revelação veio com a série “Luther” da BBC e que divide seu tempo entre a tv, o cinema e a carreira como DJ, fez uma triste declaração à Vanity Fair sobre os rumores de que ele poderia substituir Daniel Craig como o agente James Bond.

Em 2018 uma pesquisa apontou que 63% do público gostariam que Idris assumisse o papel. Mesmo sem nunca ter havido uma confirmação de que ele estivesse na corrida, o rumor estava plantado. O que se seguiu, foi uma demonstração óbvia de racismo por parte de alguns, que tomaram as redes sociais para criticar a possibilidade de um 007 negro. O fato, é claro, veio como um balde de água fria para Elba: “É algo que me entristece, quando você tem pessoas de um determinado ponto de vista geracional que dizem ‘Não pode ser’. E na verdade tudo tem a ver com a cor da minha pele. E aí se eu conseguisse [o papel] e não desse certo, ou se desse certo, seria por causa da cor da minha pele? Essa é uma posição difícil de me colocar quando eu não preciso fazer isso”, revelou.

Nunca diga nunca

Mesmo afirmando que a possibilidade jamais existiu de fato, Idris não pensaria duas vezes antes de aceitar, caso a oportunidade batesse a sua porta. “É claro, se alguém chegar pra mim e disser ‘Você quer interpretar o James Bond?’, eu diria sim! É algo que me fascina”, contou ele. E ainda: “Até porque, estamos falando de um espião. Se você pensar direito, quanto menos óbvio, melhor”, finalizou. Até mesmo o atual 007, Daniel Craig, já fez declarações positivas sobre a escolha. E por falar em Craig, o ator já se encontra recuperado da lesão e de volta ao set de “Bond 25”, que estreia em fevereiro de 2020.

Cresceu vendo filmes ao invés de brincar na rua. Fã de ir ao cinema sozinha. Críticas e notícias sobre o mundo do entretenimento.