James Cameron, o recalcado

Eu até gosto de James Cameron. Afinal de contas, temos O Exterminador do Futuro, Titanic e Avatar por causa dele. Bom, você pode não gostar desses filmes, mas não pode negar que são filmes importantes para o cinema.

Porém, um fato é certo: James Cameron é um recalcado.

Em recente entrevista, Cameron espera que o hype de Vingadores: Guerra Infinita ‘passe logo’ com as pessoas se cansando rapidamente, já que existem outras histórias que precisam aparecer e merecem ser contadas.

Tipo… Avatar 2, 3, 4 e 5? Mais um reboot do Exterminador do Futuro? Bom, Cameron, não é bem assim que a banda toca.

O momento é sim de Vingadores: Guerra Infinita. É o filme mais esperado de 2018 com sobras, e tem tudo para ser o melhor filme da temporada. Abre a temporada de verão nos EUA (ok, ainda é primavera por la: mesmo assim…) com estilo, e todo mundo vai falar do longa por semanas.

E é fato que James Cameron muito mais quer voltar aos holofotes com esse tipo de declaração do que necessariamente opinar de forma pontual sobre o novo longa da Marvel.

O mais divertido é a resposta da própria Marvel, com ironia. Kevin Feige, em tom bem humorado, comemorou o fato de James Cameron assistir e ‘gostar’ dos filmes da produtora.

Só posso concluir que James Cameron é um recalcado que adora holofotes. Na verdade, já sabia da sua megalomania por causa de Titanic e Avatar. Mas esse cara arrumou briga por causa de Patty Jenkins ter entregue um ótimo Mulher-Maravilha (com forte discurso de empoderamento feminino).

Agora, está na encheção de saco por causa do filme mais esperado de 2018.

Começo a desconfiar da qualidade dos próximos filmes de Cameron. Afinal de contas, ele está com tanto tempo livre para opinar sobre os projetos alheios…

Entendo que James Cameron deveria estar muito ocupado, cuidando de sua própria vida e seus próprios filmes. Mas… parece que não!