James Gunn
James Gunn (Reprodução)
ANÚNCIO

A Marvel Studios montou o cenário ideal para finalizar a terceira fase do MCU em Vingadores: Ultimato, sobretudo com a saída de três de seus principais personagens. Natasha Romanoff, a Viúva Negra, de Scarlett Johansson, morreu ao sacrificar-se para salvar a humanidade, Tony Stark, o Homem de Ferro, de Robert Downey Jr., não aguentou a descarga de energia gerada pela manopla do universo ao derrotar Thanos e acabou morrendo também, e Steve Rogers, o Capitão América, de Chris Evans decidiu abandonar a vida de herói, dando seu escudo a Sam Wilson (Anthony Mackie).

Porém, vez ou outra surgem rumores que tanto Capitão pode voltar a dar as caras no futuro, ou mesmo Tony aparecer em algum tipo de Flashback. O que poderia servir para matar as saudades dos fãs, mostra uma visão de que a Marvel depende tanto desses atores que é incapaz de seguir em frente sem eles. Durante uma sessão de perguntas e respostas em seu Instagram, o diretor James Gunn se mostrou terminantemente contra a ideia.

Um fã o perguntou se ele teria interesse em trazer Tony Stark de volta em algum momento e ele respondeu: “Não. Eu acho que o arco de Downey foi ótimo, e ele foi um incrível Homem de Ferro”, disparou que segundo muita gente é um privilegiado já que pode fazer parte tanto da DC, como da Marvel. Atualmente ele trabalha nas filmagens de O Esquadrão Suicida, e depois partirá para a produção de Guardiões da Galáxia Volume 3.

Já Downey Jr. afirmou que estava feliz longe da responsabilidade de ser o Homem de Ferro, e havia encontrado um respiro ao interpretar Dolittle, no filme de mesmo nome, que até onde se sabe não está indo tão bem nas bilheterias quanto se esperava. Em alguns meses, o ator também deve dar sequência a Sherlock Holmes.

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui