Jamie Lee Curtis conta como se sentiu com adiamento de seu novo filme, Halloween Kills

Jamie Lee Curtis em Scream Queens (Imagem: Divulgação/ Fox)

Nesta quarta-feira, 08 de julho, a Universal Pictures bateu o martelo e fez uma grande mudança da data de lançamento de Halloween Kills. O filme que era previsto para chegar às telonas em outubro de 2020, foi adiado para outubro do ano que vem. Embora os fãs tenham ficado chateados, quem foi desabafar mesmo nas redes sociais, foi a estrela da franquia, Jamie Lee Curtis. “Estou tão decepcionada quanto vocês. É uma obra-prima! Vale a pena esperar!”.

O diretor David Gordon Green e o co-criador da franquia, John Carpenter, escreveram uma carta de anúncio que veio com a revelação do atraso, escrevendo: “Nós escrevemos isso de coração partido pelo fato de o atraso do nosso filme ser ainda uma discussão, mas se há algo que a carreira na indústria cinematográfica nos preparou foi para o inesperado.Nas últimas semanas, nossa família de filmes analisou a previsão de exibição nos cinemas com uma preocupação óbvia… Se a divulgarmos em outubro deste ano, como planejado, temos que enfrentar a realidade de que o filme seria consumido em uma experiência cinematográfica comprometida. Após ponderar nossas opções, optamos por adiar o lançamento do filme nos cinemas em um ano “.

A dupla também confirmou que este ano a mais no período de pós-produção permitirá que eles façam algo que poucos filmes de terror antes deles, e que nenhuma entrada na franquia Halloween fez antes, sejam otimizados para um lançamento em IMAX. Embora a equipe com a qual eles estão trabalhando não tenha sido revelada, Green e Carpenter contaram que estão se misturando com uma das maiores equipes de design.

Curtis compartilhou a carta do diretor também no Twitter demonstrando novamente seu amor pelo filme:  “Estou tão decepcionado quanto você. Principalmente porque o filme que David criou a partir dos personagens que John e Debra criaram é uma obra-prima. Presciente e poderoso. Prometo que valerá a espera”.