“Aquaman” (Divulgação)

Nem só de glamour vivem os artistas de Hollywood. Desde que alcançou fama internacional, o ator Jason Momoa tem usado da sua exposição para trazer atenção a questões ambientais, e ultimamente não tem sido diferente.

Jason usou as redes sociais para criticar a construção de um novo e imenso telescópio em sua terra natal no estado do Havaí, mais especificamente na ilha de Mauna Kea. Na mesma oportunidade, ele chamou a atenção dos estúdios Warner: “Desculpe Warner Bros, não vou poder gravar Aquaman 2 porque fui atropelado por uma escavadeira“, escreveu, ilustrando a construção do telescópio Subaru em 1992. Fica claro que o ator está tentando chamar a atenção dos fãs da DC para que apoiem a causa. Ele completou explicando que deseja preservar não só a natureza intacta do local como também o estilo de vida dos habitantes nativos, que a consideram sagrada. E ele não está sozinho. Outra conhecida estrela dos filmes de ação, Dwayne “The Rock” Johnson, já se pronunciou sobre o assunto.

Meio ambiente

Obviamente tenho acompanhado esse caso há anos, mas especialmente agora que tudo tem se intensificado. Mas quando você chega em Mauna Kea percebe que o problema é maior que o telescópio. É sobre humanidade, sobre cultura, sobre as pessoas, os polinésios, que estão dispostos a morrer por essa terra, que é sagrada“, disse ele em entrevista recente ao veículo Hawaii News Now. Até o momento The Rock não ameaçou cancelar seus próximos projetos em protesto pela construção. Quanto a Momoa, é óbvio que ele tem obrigações contratuais com a Warner, que já tem a estreia de “Aquaman 2” marcada para dezembro de 2022, portanto é quase certo que a sequência irá acontecer. Confira o post abaixo:

 

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui