Jeffrey Dean Morgan (Reprodução)

Unindo sua passagem pelo sucesso “Supernatural” e os zumbis de “The Walking Dead“, seria de imaginar que o talentoso ator Jeffrey Dean Morgan escolheria outros tipos de projetos aos quais se dedicar, porém esse não é caso.

Em seu novo filme, “Shrine” (Santuário, em tradução livre), Jeffrey retorna a um território bastante familiar de suspense, mistérios e terror. O longa, baseado na obra do autor inglês James Herbert, conta a história de um jornalista (Morgan) que perdeu sua credibilidade e é aludido a investigar uma série de supostos milagres que acontecem em uma pequena cidade da Nova Inglaterra, nos Estados Unidos.

Ao chegar lá, porém, descobre que esses fatos têm uma origem muito mais sombria do que poderia imaginar.  A direção ficará por conta de Evan Spiliotopoulos, conhecido por seu trabalho em “A Bela e a Fera” e o “O Caçador e a Rainha do Gelo”. Sam Raimi e Rob Tapert serão os produtores pela Ghost House, depois de já terem colaborado com Jeffrey anteriormente em “Possessão”.

A distribuição é do estúdio Screen Gems e as filmagens têm previsão de começar em fevereiro. Outros volumes de James Herbert, seguindo a mesma linha, incluem “Os Ratos”, “A Neblina” e “O Sobrevivente”.

TWD

Morgan, é claro, fará parte da décima temporada de The Walking Dead como o vilão – que aparenta estar se regenerando – Negan. Depois das suas últimas ações, colocando a própria vida em risco para salvar Judith, o público se pergunta qual será o destino do personagem, que agora passa os dias fora da cela, interagindo com a comunidade.

Aquilo foi algo bem inesperado da parte dele, que poderia ter aproveitado a oportunidade pra fugir, mas ao invés disso agiu como herói. Ele está tentando entender qual o seu novo papel no mundo”, explicou a showrunner Angela Kang. O que isso realmente significa, só descobriremos nos próximos episódios a partir do dia 6 de outubro.

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui