Jessica Chastain critica frase polêmica dita por Sansa em Game of Thrones; entenda

Sansa e Cão
Sansa e Cão (Foto: Reprodução/HBO)

No último domingo (5), foi exibido, no canal HBO, o quarto episódio da oitava temporada da série Game of Thrones. Uma das cenas mostra Sandor Clegane conversando com Sansa, dizendo que ela deveria ir embora com ele, quando teve a oportunidade. Então, durante a resposta da personagem, ela fala que “se tornou quem é hoje graças ao abuso sofrido nas mãos” de Ramsay Bolton e Littlefinger. Ela também falou que se isso não tivesse acontecido, ela ainda seria uma “garotinha inocente”.

Diante dessa frase polêmica, a atriz Jessica Chastain resolveu criticar o diálogo. “Estupro não é uma ferramenta para tornar uma personagem mais forte. Uma mulher não precisa ser vitimizada para se tornar uma borboleta. O passarinho sempre foi uma Fênix. Sua força predominante é solenemente por causa dela. E só dela”, disse a famosa, que trabalhou com a atriz que interpreta Sansa, Sophie Turner, em X-Men: Fênix Negra.

Twitter

O assunto repercutiu e os internautas também opinaram sobre o polêmico diálogo. “A Sansa não se referiu só do estupro, ela se referiu todo o terror psicológico que ela passou desde que Ned Stark foi morto”, disse um. “Mais absurdo foi a Sansa dizendo que estupro, assédio e tortura fez dela uma mulher mais forte”, indignou-se outra.

No ano passado, Jessica já tinha falado sobre o assunto, que sempre está envolvido nas personagens hollywoodianas. “Quando a violência contra as mulheres é usada como um enredo para tornar as personagens mais fortes, temos um problema. Não é empoderador ser espancada e estuprada, mas muitos filmes fazem disso o momento ‘fênix’ para as mulheres. Nós não precisamos de abuso para sermos poderosas. Já somos”, falou, na época, em seu Twitter.

bostancı escort