Jim Carrey faz revelação impressionante sobre depressão

Jim Carrey
Jim Carrey (Imagem: Divulgação)

De acordo com a OMS, mais de 350 milhões de pessoas têm depressão, e devido ao estilo de vida atual esse número cresce da vez mais. O transtorno psicológico é muitas vezes invisível, pois muitos tentam camuflar a situação para não aparentarem estar mal ou por medo do julgamento dos outros. Mas o transtorno corrói por dentro, e apesar de ter momentos em que ameniza, não buscar um tratamento psicológico pode agravar a situação de quem tem depressão.

Jim Carrey é um dos casos de atores de Hollywood que sofreram por conta da depressão. Em uma entrevista feita em 2004 para CBS News, o ator contou como conviveu com o transtorno. Ele revelou:  “Há picos e vales, mas eles são sempre cavados e suavizados para que você sinta um permanente desespero e fique sem respostas, mesmo que viva bem. Você consegue sorrir quando está no trabalho, mas continua em um baixo nível de aflição”.

Apesar de todas as pesquisas ainda não encontraram uma cura para depressão. Mesmo estando melhor que antes, Jim Carrey ainda tem lidar com ela. Em uma recente entrevista para o I News ele falou sobre o assunto: “Neste momento, eu não tenho depressão. Não há uma experiência de depressão. Eu tive isso por anos, mas, agora, quando a chuva vem, chove, mas passa. Ela não fica mais o suficiente para me deixar imerso e me afogar”.

A origem da depressão pode incluir vários fatores que podem ser biológicos, psicológicos e sociais. O transtorno tem um leque enorme de sintomas, que podem ser físicos ou comportamentais, que podem alterar sono, apetite, concentração, autoestima, vontade, etc. O diagnóstico de depressão deve ser feito somente por um profissional da área da saúde, como por exemplo um psicólogo. O tratamento consiste em psicoterapia, e dependendo o caso, o uso de remédios.

Jim Carrey interpretou diversos personagens marcantes no cinema. Atualmente o ator vive o vilão Dr. Robotnik em Sonic – O Filme. O longa metragem estreou no dia 13 de fevereiro.

Formado em administração e psicologia. Adora cartoons, animes e series animadas. Atualmente faz curso de desenho com especialização em cartoons.