Joaquin Phoenix se abre sobre reabilitação e fala sobre vícios

Joaquin Phoenix no filme Her (Imagem: Divulgação)

Joaquin Phoenix foi um dos grandes destaques do Oscar 2020, ao levar para casa a estatueta de melhor ator por sua elogiada atuação como o Coringa. O premiado e reconhecido ator americano possui um currículo extenso, com personagens marcantes. Mas a vida do astro nem sempre foi boa. Ele enfrentou diversos dramas, lutou contra os problemas com álcool e drogas.

Em entrevista concedida à revista GQ britânica, o ator, que sempre foi muito reservado, se abriu um pouco sobre a vida pessoal e falou sobre a reabilitação. Logo após fazer sucesso como Johnny Cash em Johnny & June (2005), drama biográfico dirigido por James Mangold, que lhe rendeu uma indicação ao Oscar, Phoenix acabou se envolvendo com as bebidas. Ele estava em Los Angeles e queria se divertir. “Mas eu não estava me envolvendo com o mundo ou comigo do jeito que eu queria. Eu estava sendo um idiota, correndo, bebendo, tentando ferrar as pessoas, indo a clubes idiotas”, conta.

Foi nessa época que ele também acabou envolvido em um acidente de carro. O astro estava dirigindo por uma rua sinuosa em Los Angeles e capotou. Machucado, ele estava prestes a acender um cigarro em um carro vazando gasolina. “Apenas relaxe”, disse uma voz. Quem o impediu foi o diretor alemão Werner Herzog (‘Jack Reacher – O Último Tiro’, ‘Fitzcarraldo’).

Depois disso ele acabou decidindo aceitar ajudar profissional e por conta própria procurou uma reabilitação. Phoenix parou de fumar maconha e diminuiu a ingestão de álcool. Como ele odeia voar, ele bebe durante o voo. “Há muitas coisas que gosto de fazer e não quero acordar com ressaca. Não é uma coisa contra a qual luto – é apenas o modo como vivo minha vida”, disse.

Além dos papéis de destaque em Johnny & June e Coringa, Joaquin Phoenix coleciona atuações reconhecidas e elogiadas em Caminho Sem Volta (2000), Contos Proibidos do Marquês de Sade (2000), Gladiador (2000), Hotel Ruanda (2004), O Mestre (2012), A Imigrante (2013), Ela (2013), Vício Inerente (2014) e Você Nunca Esteve Realmente Aqui (2018).

 

Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), apaixonada por literatura, cartas e pela magia do cinema. Escritora de histórias e trajetos dos amores.

ankara escort