John Krasinski conta se aceitaria fazer uma reunião de The Office na TV

Versão americana de “The Office”, estrelada por Steve Carrell e John Krasinski.

John Krasinski está prestes a estrear Um Lugar Silencioso – Parte 2, filme que assim como o primeiro longa, ele escreve, atua e dirige, ao lado da esposa, a também atriz, Emily Blunt. Não pretendendo se afastar de suas origens artísticas, ele deu uma entrevista para a revista Esquire e falou sobre a série The Office, por onde ficou conhecido através do personagem Jim Halpert.

Segundo o ator, sua experiência na série, que durou 10 temporadas foi tão boa, que ele gostaria de seguir a onda das continuações que estão acontecendo na TV e cinema, e fazer um reencontro com os antigos colegas. “De muitas maneiras, aquelas pessoas serão sempre as pessoas mais importantes da minha carreira”, disparou ele ao contar que só pensou em dirigir um filme por influência de seu parceiro de cena, Rainn Wilson, quando ele estava tentando adquirir os direitos de Breves Entrevistas com Homens Hediondos (2009).

Posteriormente a isso, Krasinski chegou a dirigir alguns episódios de The Office. “The Office era absolutamente tudo para mim. Quero dizer, é o meu começo e o meu fim. Tenho certeza de que, no final da minha carreira, ainda serei reconhecido como Jim. Essa foi a minha primeira experiência com Hollywood. Foi a primeira família criativa que já tive. Então, sim, se eles fizessem uma reunião, eu adoraria fazê-lo”, disparou.

Sobre a impossibilidade de juntar todos os atores que já estão em diferentes projetos, ele diz que uma nova temporada seria realmente complicado, mas um especial com uma ou duas horas, certamente é possível, e ele deseja isso. Krasinski revelou que após o término da série, ele tentou buscar outros papéis, mas as pessoas só o enxergavam com o Jim da série, então isso foi algo que lhe deu um chacoalhão a mais para seguir por outras áreas como roteiro e direção.