Johnny Depp teria feito ‘brincadeira’ sobre poder oficialmente bater em Amber Heard

Johnny Depp
Johnny Depp (Reprodução/ SIC Notícias)

O julgamento de Johnny Depp continua acontece em Londres, fazendo mais e mais escândalos sobre sua conturbada vida conjugal com Amber Heard, atriz que diz que foi agredida por ele. Desta vez, um depoimento do autor iO Tillett Wright confirmou que o astro de Piratas do Caribe teria dito em tom de brincadeira logo após o casamento que a partir daquele momento poderia bater em Heard.

“A primeira coisa que Johnny falou para mim depois da cerimônia de casamento, enquanto íamos para a festa, foi: ‘Agora posso dar um soco no rosto dela e ninguém poderá fazer nada sobre isso’. Ele provavelmente disse isso como uma piada. Mas só é uma piada se não for de verdade; e nessa época eu sabia que ele estava batendo nela”, disse a testemunha.

“Eu sabia que o relacionamento de Amber e Johnny era volátil e envolvia muitos abusos verbais e agressões emocionais”, disse Wright segundo o Evening Standart. “Mas foi só no final de 2013 ou início de 2014 que eu entendi que ele era fisicamente violento com ela”, explicou ele relatando ainda que durante o casamento, ela evitava falar que ele era abusivo.

“Amber me disse desde então que estava mantendo o abuso físico de Johnny de todos para protegê-lo, porque ela esperava que se eles pudessem resolver os problemas de vício, isso iria parar. Ela disse que também foi em parte por orgulho e para protegê-los de críticas de pessoas próximas. Ela estava envergonhada e sabia que se ela nos contasse, nós gostaríamos que ela largasse dele e ela não estava pronta para isso. Ela também não tinha ligação com o conceito de si mesma como vítima, então ela rejeitou isso como parte de sua identidade”.

O autor ainda afirmou que Depp é um sociopata mentiroso, enquanto outras testemunhas ouvidas nesta sexta-feira, 24 de julho, relataram que golpeava frequentemente a ex-esposa. O julgamento terá alegações finais na segunda e terça-feira.