Joseph Mazzello fala sobre o dia mais difícil de gravação de Jurassic Park

Lex e Tim em Jurassic Park (Reprodução / Universal)
Lex e Tim em Jurassic Park (Reprodução / Universal)

Joseph Mazzello ficou conhecido por interpretar Tim Murphy na franquia de filmes Jurassic Park. No longa metragem, o garoto era um expert em dinossauros e grande fã de Alan Grant (Sam Neill), além de ser neto do criador do Parque dos Dinossauros. Quando participou da produção cinematográfica, o ator e cineasta tinha apenas oito anos, agora, quase 27 anos depois, Mazzello deu um entrevista para o Screen Rant e falou dos momentos difíceis durante as gravações do filme de Steven Spielberg.

Perguntado sobre o dia mais difícil de filmar Jurassic Park, Joseph Mazzello começou: “O problema do Jurassic Park é que todos os dias eram uma alegria. Isso não é um desvio, vou responder sua pergunta – mas o pior dia do set ainda estava entre os melhores dias de outras sessões que eu já fiz. Só porque Spielberg era um sonho para se trabalhar e sabia exatamente como lidar com crianças”.

Mazzello acrescentou: “Estávamos em um parque de diversões todos os dias. Na verdade, às vezes íamos às viagens de campo para a Universal Studios quando estávamos no backlot, e íamos passear. E os outros dois meses que passamos foram no Havaí. Não é um lugar terrível para ficar por dois meses”.

O ator continuou: “Mas provavelmente o dia mais difícil, mesmo olhando para trás, foi realmente divertido, foi quando o T-rex estava em cima de nós e meio que esmagando o carro na lama. Nós tivemos que estar basicamente em toda essa gosma, tipo, deitados nessa farinha de aveia misturada com lama. Isso foi um pouco assustador quando você meio que percebe que pode acabar afogado na lama. Isso foi muito louco”.

Ele finalizou: “E também houve meu aniversário, onde me machuquei um pouco por causa da cena da cozinha. O raptor veio e estava me perseguindo, e eles perderam o controle e sua garra me atingiu na cabeça. Não fui nocauteado, mas caí no chão. E foi quando Steven e toda a equipe cantaram ‘Parabéns pra mim’, o que foi um ótimo momento. Esse foi um pequeno momento não divertido dentro de um grande dia, mesmo assim, então eu viveria qualquer um desses dias novamente em um piscar de olhos”.

Formado em administração e psicologia. Adora cartoons, animes e series animadas. Atualmente faz curso de desenho com especialização em cartoons.